Notícias | Dia a dia
Banido em 2020, Feijão terá ranking até abril de 2022
07/12/2021 às 11h27

São Paulo (SP) - Mesmo depois de ser banido do tênis para o resto da vida, em 25 de janeiro de 2020, o paulista João ‘Feijão’ Souza segue aparecendo no ranking. O destro de Mogi das Cruzes, que chegou a ser 69º do mundo em abril de 2015, ainda figura na lista da ATP e ocupa atualmente a 1.209ª colocação nesta semana.

Suspenso provisoriamente desde 2019, Feijão não compete há mais de dois anos, mas graças ao advento dos pontos congelados, estipulado durante a paralisação do circuito em 2020 por causa da pandemia do coronavírus, ele ainda tem seis pontos computados. O paulista é o 30º melhor do país na lista da ATP e está à frente de outros 22 jogadores.

Feijão seguirá no ranking por mais quatro meses, até 18 de abril de 2022, quando enfim serão descontados os últimos quatro pontos que ele tem somados, referentes às oitavas de final no challenger de San Luis Potosi em 2019. Um mês antes, ele serão descontados dois pontos de uma vitória no challenegr de Santigo, também de três anos antes.

Logo que teve o banimento anunciado, o tenista afirmou que iria apelar da decisão. O advogado Michel Assef Filho, que representa Feijão, contou que iriam recorrer da punição junto ao Tribunal de Arbitragem do Esporte (TAS), que é a entidade máxima nesses casos, solicitando um novo julgamento.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva