Notícias | Dia a dia
Nadal diz que Djoko é favorito ao recorde de Slam
02/12/2021 às 11h52

Manacor (Espanha) - A disputa direta pelo recorde de títulos de Grand Slam segue aberta ente o Big 3, que no momento está empatado com 20 títulos para cada um. Porém, para o espanhol Rafael Nadal, não é ele e nem o suíço Roger Federer o mais cotado a terminar a carreira com esta marca e sim o sérvio Novak Djokovic.

"Djokovic é o melhor posicionado para terminar a carreira como o jogador com mais títulos de Grand Slams. Não se deve enganar, Federer está onde está e eu estou onde estou. Em vez disso, Djokovic segue competindo e se divertindo muito”, disse o espanhol em entrevista ao Vamos da Movistar+, destacando os atuais afastamentos de Federer e seu do circuito.

"A realidade é o que é e não é preciso ignorá-la. O que pode acontecer em nove meses será visto, mas o favorito no momento é Novak”, acrescentou Nadal, ainda esperançoso de que possa brigar pelo recorde e quem sabe até consegui-lo, mesmo que não se coloque como o mais bem cotado.

O canhoto de Mallorca também falou da geração mais jovem, com nomes cada vez mais consolidados no circuito e se aproxima de conquistar um primeiro Grand Slam, algo que o russo Daniil Medvedev já conseguiu ao faturar o US Open deste ano.

“Eles não são mais a próxima geração, não temos que torná-la eterna. Jogadores como Medvedev, Zverev ou Tsitsipas já passaram dessa fase de serem chamados de Next Gen, eles são a geração atual, do presente", comentou Nadal, que atualmente é o sexto colocado no ranking, atrás justamente de Djokovic, Medvedev, do alemão Alexander Zverev e do grego Stefanos Tsitsipas.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva