Notícias | Copa Davis
Alemães e britânicos decidem 2º semifinalista na terça
29/11/2021 às 20h49

Cameron Norrie é a esperança de vitória para a equipe britânica da Davis

Foto: Divulgação

Innsbruck (Áustria) - O segundo semifinalista da Copa Davis será conhecido nesta terça-feira, Alemanha e Grã-Bretanha se enfrentam a partir do meio-dia em Innsbruck, na Áustria, com portões fechados por conta da pandemia. Será o 11º encontro entre os dois países, com cinco vitórias para cada lado. Há dois anos, em Madri, os britânicos eliminaram os alemães nesta mesma fase.

A equipe britânica conta com Cameron Norrie, Daniel Evans e Liam Broady como opções de simples, além de Joe Salisbury e Neal Skupski para as duplas. Já o time alemão na Davis tem Jan-Lennard Struff, Dominik Koepfer, Peter Gojowczyk, além dos duplistas Kevin Krawietz e Tim Puetz.

"Temos uma chance de revanche contra a Grã-Bretanha depois de perdermos para eles nas quartas de final há dois anos", disse o capitão da Alemanha Michael Kohlmann. A equipe alemã ficou em primeiro lugar no grupo F, que tinha a anfitriã Áustria e também a Sérvia de Novak Djokovic.

"Estou muito orgulhoso. Não foi fácil jogar depois de nossa grande vitória no sábado, contra um dos maiores jogadores do mundo e da história do tênis. Isso fica na sua cabeça", comentou após superar a equipe austríaca no domingo. "Entramos como favoritos contra a Áustria e eles fizeram 1 a 0, mas a maneira como lidamos com isso mostrou que tipo de time somos. Nós ficamos juntos e focados e isso nos deu a chance de virar o confronto".

Já o capitão britânico Leon Smith acompanhou a equipe nos confrontos contra a República Tcheca e a França na fase de grupos. "Foram dois confrontos difíceis, mas nossos atletas jogaram de maneira brilhante. Estou muito orgulhoso deles. A dupla teve um dia um pouco difícil na estreia, mas temos fé neles".

Smith também tenta repetir a campanha até a semifinal feita no ano de 2019 em Madri. Caso os britânicos avancem, enfrentam a Suécia ou a equipe da Federação Russa. "Temos ótimas lembranças de jogar em casa e fora porque isso cria uma atmosfera única. Mas há dois anos, jogamos na semifinal para 12 mil pessoas em Madri no novo formato e foi uma atmosfera muito boa".

Comentários