Notícias | Dia a dia
Wild avança com desistência e desafia Munar nas 4as
25/11/2021 às 16h25

Após jogo duro na segunda rodada, Wild enfrentará o cabeça de chave 2 na próxima fase

Foto: Luiz Candido/CBT

Brasília (DF) - O paranaense Thiago Wild precisou suar a camisa para vencer a segunda no challenger de Brasília, ficou em quadra por 2h40 e quase três sets, vendo o rival espanhol Nicolas Alvarez desistir com um problema na perna esquerda quando o brasileiro vencia com parciais de 7/6 (7-4), 5/7 e 4/2. Seu oponente nas quartas será outro espanhol, o cabeça de chave 2 Jaume Munar, que mais cedo vencera o argentino Santiago Taverna de virada, com placar de 4/6, 6/2 e 6/1.

Depois de encarar uma estreia em dois dias, paralisada na terça-feira por chuva e só concretizada na quarta-feira, Wild não teve moleza com o rival espanhol e viu a partida ser definida em alguns pontos importantes. O paranaense foi o primeiro a ter o saque ameaçado, salvando um break-point no quarto game, e depois acabou sendo o primeiro a conseguir uma quebra.

Wild bateu o saque de Alvarez no sétimo game, mas viu a vantagem durar muito pouco, uma vez que no oitavo ele foi quebrado de zero. Sem novas chances para qualquer um dos lados, a decisão foi para o tiebreak, em que o brasileiro começou atrás e perdeu os dois primeiros pontos, mas reagiu e venceu seis dos próximos sete para ter o primeiro set point, que escapou, mas na segunda chance ele fechou.

A segunda parcial foi igualmente parelha, com poucas chances para cada lado. Após salvar um break-point no primeiro game e outro no quinto, deixando escapar uma chance de quebra no sexto, Wild perdeu o saque no 11º e viu na sequência Alvarez sacar para empatar o jogo.

O equilíbrio se manteve no terceiro set, que foi apertado enquanto o físico de Alvarez aguentou. O espanhol teve dois break-points desperdiçados no quinto game e logo na virada de quadra pediu o primeiro atendimento médico. Ele foi então para os saques, mas já não estava 100%, tentou encurtar os pontos e chegou a cair em quadra por causa do problema na perna esquerda. Alvarez foi novamente atendido pelo médico, chegou a voltar ao saque, foi quebrado e então desistiu da partida.

Décamps também conta com desistência
Outro brasileiro a contar com uma desistência nesta quinta-feira foi Gabriel Décamps, que atua pelo ITF M15 de Monastir, em quadras duras na Tunísia. Ele sequer precisou entrar em quadra para enfrentar o sérvio Marko Topo pelas oitavas de final. O paulista de 22 anos e 723º do ranking joga nesta sexta-feira contra o espanhol Adria Soriano Barrera, 925º colocado.

Comentários
Loja - camisetas
Arena BTG