Notícias | Copa Davis
Abu Dhabi é cotada como futura sede da Davis
24/11/2021 às 17h19

Espanha venceu a edição mais recente da Davis, disputada em Madri no ano de 2019

Foto: Arquivo

Innsbruck (Áustria) - A fase final da Copa Davis começa a ser disputada nesta quinta-feira, dividida em três países na Europa, ao mesmo tempo em que seguem as negociações para uma nova sede torneio a partir do ano que vem. O jornal inglês Telegraph divulgou nesta quarta-feira que a Kosmos, empresa comandada pelo jogador de futebol Gerard Piqué e que promoveu uma série de mudanças no formato da Davis nos últimos anos, planeja levar o evento para Abu Dhabi.

De acordo com a publicação, havia uma preocupação na comunidade do tênis de que o evento fosse transferido para a Arábia Saudita, mas a Kosmos teria encontrado uma opção mais viável nos Emirados Árabes. Mas embora o possível acordo traga benefícios financeiros, dificilmente teria uma atmosfera vibrante do público, como acontece em diferentes cantos no mundo em mais de cem anos de competição.

Três sedes estão dividindo o evento em 2021. A cidade de Madri é o principal palco das competições. Além de receber os jogos dos grupos A e B, a capital espanhola vai sediar dois encontros das quartas de final, além das semifinais e da final da competição, marcada para acontecer no dia 5 de dezembro. Além disso, Innsbruck, na Áustria, e Turim, na Itália, recebem confrontos da fase de grupos e também das quartas de final.

Capitão da equipe britânica na Davis, Leon Smith está em Innsbruck, preparando o time que está no grupo C e enfrentará França e República Tcheca em busca de uma vaga nas quartas. Durante a entrevista coletiva desta quarta-feira, Smith falou ao Telegraph sobre a possibilidade de transferência de sede.

"Acho que seria bom poder falar sobre isso antes de qualquer decisão ser tomada. Se você conversar com qualquer um dos jogadores ou capitães que experimentaram a atmosfera da Davis, eles vão dizer que o ambiente é muito importante. Quer seja em casa ou fora, tem que ser um estádio cheio e ver o que é melhor para os jogadores e para o calendário".

A Federação Internacional de Tênis (ITF) entregou o controle da organização da Davis para a Kosmos em troca de um pagamento prometido de US$ 3 bilhões em 25 anos. A primeira edição de uma fase final da Davis sob esse novo formato aconteceu no fim de 2019 em Madri, quando a presença de Rafael Nadal e o título da Espanha ajudaram o evento a atrair grandes públicos quando o time da casa jogava. No ano passado, não houve disputa por causa da pandemia.

Comentários