Notícias | Dia a dia
'Djokovic é o mais generoso do Big 3', afirma Rune
24/11/2021 às 12h43

Charlottenlund (Dinamarca) - Um dos jovens promissores no circuito, o dinamarquês Holger Rune está cada vez mais perto de debutar no top 100. Nesta segunda-feira, ele ganhou mais cinco colocações no ranking e alcançou o 103º lugar, o mais alto da carreira. Em entrevista ao site Sportskeeda, o tenista de apenas 18 anos fez um balanço da temporada e elogiou o sérvio Novak Djokovic

“Acho que me saí bem este ano. Sempre defini metas para a temporada e trabalho muito para alcançá-las. Sem dúvida, 2021 não foi uma exceção", disse Rune, que fez sua estreia em Grand Slam nesta temporada, furou o quali no US Open e então desafiou Djokovic na primeira rodada na chave principal, quando chegou a tirar um set do número 1 do mundo.

“É uma coisa incrível, você se sente especial por jogar em grandes palcos. Pensar no US Open me dá arrepios”, contou o jovem dinamarquês, que não poupou elogios a Djokovic. “Quando fui treinar com ele uma vez, Novak me perguntou se eu gostava de como eu jogava e apontou que é importante mostrar meu próprio tênis”, disse Rune.

“Novak falou coisas positivas para mim. Federer e Nadal são sempre mencionados como os 'mocinhos', mas acho que Djokovic é aquele que é mais generoso com as novas gerações”, complementou o dinamarquês, que fez 20 partidas em nível ATP neste ano, com sete vitórias e 13 derrotas. Em challengers o desempenho foi muito bom, com 41 triunfos, 8 derrotas e quatro títulos.

O dinamarquês sabe que ainda precisa evoluir e melhorar o ranking para poder jogar os torneios maiores. “Neste momento não consigo ganhar experiência suficiente nos torneios ATP e devo continuar nos challengers. São bons jogos, mas para melhorar é necessário ter um ritmo regular nos ATP”, observou Rune.

“Quero ganhar torneios ATP e acho realista pensar que posso levantar alguns ATP 250 na primeira metade de 2022 e depois na segunda metade da temporada poderia ganhar ATP 500. Também espero ter um bom desempenho nos Masters 1000 e Grand Slams. Só poderei entrar nos 250 constantemente quando os pontos congelados do ranking acabarem. A partir daí, irei subir”, finalizou.

Comentários
Loja - camisetas
Arena BTG