Notícias | Dia a dia
Sakkari vence batalha emocionante e chega à semi
16/11/2021 às 01h44

Sakkari superou Sabalenka nesta segunda-feira e enfrenta Kontaveit por vaga na final

Foto: Jimmie48/WTA

Guadalajara (México) - O último jogo da fase de grupos do WTA Finals entregou uma ótima dose de emoção para os fãs, que compareceram em grande número ao estádio em Guadalajara. Primeira jogadora grega a disputar o Finals, Maria Sakkari conseguiu sua classificação para a próxima fase. A número 6 do mundo superou a bielorrussa Aryna Sabalenka, vice-líder do ranking, por 7/6 (7-1), 6/7 (6-8) e 6/3 em 2h47 de partida nesta segunda-feira.

Com duas vitórias e uma derrota, Sakkari ficou com o segundo lugar do grupo Chichén-Itzá. Ela enfrenta nesta terça-feira às 22h30 (de Brasília) a estoniana Anett Kontaveit, líder do grupo Teotihuacán e número 8 do mundo. O histórico de confrontos entre as duas é extenso: são onze jogos, com 6 a 5 para a grega. Em 2021, protagonizaram quatro partidas, com duas vitórias para cada lado. A primeira semifinal será às 17h, entre as espanholas Paula Badosa e Garbiñe Muguruza.

Equilíbrio nos dois primeiros sets da partida
A partida desta segunda-feira começou com uma troca de quebras, sendo que cada jogadora fez duas duplas faltas em seus dois primeiros games de serviço. Na sequência, Sabalenka passou a confirmar seus games de saque com mais tranquilidade, enquanto Sakkari enfrentava break-points constantemente até que a bielorrussa conseguisse quebrar para fazer 5/3. Em um dos pontos mais importantes da parcial, as jogadoras faziam um rali de slices até que Sabalenka marcasse um ótimo winner de forehand na cruzada.

Sakkari conseguiu devolver a quebra quando a rival sacava para o set. E no game seguinte, perdendo por 5/4, salvou um set-point antes de confirmar o serviço. No tiebreak, a grega disparou três aces, enquanto a bielorrussa fez duas duplas faltas seguidas. Perdendo por 6-1, Sabalenka terminou o set cometendo um erro com o forehand. A parcial terminou com 11 a 9 em winners para Sakkari, enquanto Sabalenka cometeu 14 erros contra 12.

Após um período de domínio das sacadoras nos primeiros games do segundo set, Sabalenka conseguiu vencer 12 pontos em 15 possíveis para fazer três games seguidos e liderar por 5/3. Novamente, Sakkari salvou set-points em seu serviço, e desta vez foram dois, e devolveu a quebra na sequência. As jogadoras trocariam quebras mais uma vez, e com isso a bielorrussa falhava na tentativa de sacar para um set pela terceira vez na partida.

O segundo tiebreak do jogo começou mais equilibrado e as jogadoras viraram de lado com 3-3. Sabalenka fez uma dupla falta e descontou a raiva na raquete, mas logo depois fez outro winner de forehand para recuperar a confiança. A bielorrussa tentou comandar as ações do fundo de quadra e apostou na potência de seus golpes para empatar a partida e levantar a torcida. Sabalenka fez 9 a 6 em winners e cometeu 17 erros contra 15.

Sabalenka fez dez duplas faltas no terceiro set
No terceiro set, Sabalenka foi a primeira a quebrar e chegou a liderar por 3/1. Mas a bielorrussa continuava sofrendo muito com o saque, especialmente pelo grande número de duplas faltas. Ao todo, ela cometeu 19 durante a partida e 10 só no terceiro set. Sakkari se aproveitou da instabilidade de sua adversária e tentou atacar nas devoluções. A grega conseguiu três quebras e venceu cinco games seguidos para chegar à vitória.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva