Notícias | Dia a dia
Krejcikova foca nas duplas e tenta repetir mentora
15/11/2021 às 22h01

Fora da disputa em simples, Krejcikova é semifinalista de duplas em Guadalajara

Foto: Akron WTA Finals
Mário Sérgio Cruz

Fora da disputa pelo título de simples no WTA Finals, Barbora Krejcikova concentra os esforços agora apenas na chave de duplas. Enquanto no torneio individual ela não conseguiu vitórias na fase de grupos, a situação na dupla é inversa. Krejcikova e a também tcheca Katerina Siniakova estão invictas no torneio. Elas venceram nesta segunda-feira a chilena Alexa Guarachi e a norte-americana Desirae Krawczyk por 5/7, 7/6 (7-3) e 10-7 e confirmaram o primeiro lugar do grupo El Tajín.

"Agora meu foco está nas duplas. Eu quero ir bem no torneio e quero jogar bem com a Katerina. Quero continuar porque acho que começamos muito bem. Eu só quero continuar evoluindo e jogando cada vez melhor", disse Krejcikova a TenisBrasil, durante a entrevista coletiva no último domingo.

Krejcikova e Siniakova enfrentam na semifinal a norte-americana Nicole Melichar e a holandesa Demi Schuurs, segundas colocadas no grupo Tenochtitlán. Já as japonesas Shuko Aoyama e Ena Shibahara, líderes do outro grupo, podem enfrentar Elise Mertens e Su-Wei Hsieh ou Sharon Fichmann e Giuliana Olmos. O cenário é favorável a Mertens e Hsieh, que só precisam de um set. 

Outra motivação para Krejcikova é repetir um feito de sua mentora, a ex-número 2 do mundo Jana Novotna, que a acompanhava no início de sua carreira profissional. Novotna tem uma rica trajetória no Finals, com um título de simples em 1997 e mais duas conquistas nas duplas, em 1995 e 1997, tendo como parceiras Arantxa Sanchez e Lindsay Davenport. "Seria muito bom receber o troféu. Mas ainda estamos muito longe. Temos que pensar jogo a jogo. Mas acredito que vai ser um bom torneio para nós. Esse é o meu maior foco agora".

Número 3 do mundo nos dois rankings e atual campeã de simples e duplas em Roland Garros, Krejcikova comemorou a boa temporada. A tenista de 25 anos só havia entrado no top 100 de simples na temporada passada e iniciou 2021 ocupando o 65º lugar do ranking. "Acho que tive uma temporada incrível e que estava indo muito bem ao longo da temporada. Acho que fui muito consistente e fiz um trabalho muito bom".

Krejcikova não escondeu a frustração pela derrota sofrida para a compatriota Karolina Pliskova, que decretou sua eliminação na chave de simples do Finals. Depois de aplicar um 'pneu' no primeiro set e liderar o segundo por 4/2, ela sofreu a virada com parciais de 0/6, 6/4 e 6/4. "Eu joguei bem, mas simplesmente não aproveitei minhas chances e foi por isso que perdi. Acontece. Sei que é muito decepcionante, mas onde tenho que melhorar e acho que posso melhorar aí".

"Mas o torneio ainda não acabou. Ainda estou na competição de duplas e quero muito ter um bom resultado com a minha parceira. Eu apenas permaneço focada e tentarei fazer o meu melhor. Acho que eu e a Katerina jogamos bem e vamos continuar, vamos fazer ainda melhor para ganhar o troféu. Então esse é o objetivo agora".

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva