Notícias | Dia a dia
Pliskova vence de virada e agora torce por Kontaveit
14/11/2021 às 19h45

Pliskova precisa que Kontaveit vença a partida contra Muguruza na sessão noturna

Foto: Jimmie48/WTA

Guadalajara (México) - Depois de uma vitória e uma derrota nas duas primeiras rodadas do WTA Finals, Karolina Pliskova voltou a vencer na tarde deste domingo e agora espera o complemento da rodada para saber se irá ou não para a semifinal em Guadalajara. A número 4 do mundo venceu um difícil duelo tcheco contra Barbora Krejcikova, terceira colocada, com parciais de 0/6, 6/4 e 6/4 em 2h07 de partida. Krejcikova chegou a liderar o segundo set por 4/2.

Pliskova tem agora duas vitórias e uma derrota no torneio, com quatro sets vencidos e mais quatro perdidos no Finals. O resultado desta tarde também já assegura a estoniana Anett Kontaveit na liderança do grupo Teotihuacán em Guadalajara. Kontaveit, que ainda não perdeu sets no torneio, enfrenta a espanhola Garbiñe Muguruza às 22h30 (de Brasília). Se a estoniana vencer, Pliskova fica com a segunda vaga do grupo. Já para Muguruza, uma vitória por qualquer placar é suficiente para seguir em frente na competição.

Por sua vez, Krejcikova encerra sem vitórias sua participação na chave de simples do Finals. Mas a atual campeã de Roland Garros também está envolvida na chave de duplas em Guadalajara e já tem duas vitórias ao lado da também tcheca Katerina Siniakova. Elas estão classificadas para a semifinal, mas ainda não confirmaram a primeira posição do grupo El Tajín. As tchecas jogam nesta segunda-feira contra a chilena Alexa Guarachi e a norte-americana Desirae Krawczyk.

Krejcikova só perdeu dois pontos sacando no 1º set
Com amplo domínio das ações durante o primeiro set, Krejcikova colocou 85% de primeiros serviços em quadra e cedeu apenas dois pontos em seus games de saque. Ela colocou muita pressão sobre Pliskova, especialmente no segundo serviço, e criou seis break-points, conseguindo três quebras. Krejcikova fez 8 a 2 em winners e cometeu apenas 3 erros não-forçados contra 12 da rival.

Virada a partir do 4/2 do segundo set
Pliskova foi ao vestiário no intervalo entre os sets, e na volta confirmou o seu game de saque de zero. Krejcikova também começou a parcial com um game rápido, mas pouco depois teria que reverter um 15-40 para fazer 2/2. A campeã de Roland Garros seria a primeira a quebrar e chegou a liderar o placar por 4/2, mas Pliskova manteve o serviço no difícil sétimo game e buscou o empate por 4/4 depois de uma dupla falta da rival. Dois games mais tarde, Krejcikova acabou cometendo mais duas duplas faltas e voltaria a ter o serviço quebrado. Ela até fez mais winners na parcial, 13 a 8, e cada jogadora cometeu 18 erros.

A perda de um set deixou Krejcikova com pouquíssimas chances de classificação, restando apenas a possibilidade de um tríplice empate no segundo lugar e um eventual melhor aproveitamento no percentual de games vencidos no torneio.

O set decisivo vinha com domínio das sacadoras e Krejcikova era quem vinha confirmando os games de serviço com maior tranquilidade, enquanto Pliskova salvou três break-points, um ainda no 2/2 e outros dois no 4/4. Na sequência, a número 3 do mundo ficou pressionada a confirmar o serviço para seguir na partida e cometeu uma sequência de erros, que custaram-lhe a derrota e a eliminação do torneio. Krejcikova fez 29 a 20 em winners e cometeu 40 erros contra 45 de Pliskova. Ela até fez mais pontos que a rival, 92 a 86, mas não conseguiu vencer o jogo.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva