Notícias | Dia a dia
Muguruza levanta a torcida e respira no WTA Finals
13/11/2021 às 01h04

Muguruza contou com muito apoio da torcida para conquistar a virada

Foto: Akron WTA Finals

Guadalajra (México) - Jogadora mais apoiada pela torcida mexicana nesses primeiros dias de WTA Finals, Garbiñe Muguruza se recuperou da derrota sofrida na estreia e marcou uma importante vitória na noite desta sexta-feira. A espanhola começou atrás no placar, ficando a um set da eliminação, mas conseguiu a virada diante da tcheca Barbora Krejcikova com parciais de 2/6, 6/3 e 6/4 em 2h10 de partida. Este foi o quarto duelo entre elas este ano, com duas vitórias para cada lado.

A vitória de Muguruza em três sets deixou completamente indefinida a situação do grupo Teotihuacán em Guadalajra. Anett Kontaveit já está classificada para a semi, mas ainda não tem confirmado o primeiro lugar da chave. Muguruza, adversária da estoniana no próximo domingo, pode tomar essa posição, dependendo da combinação de resultados. E mesmo Krejcikova, com duas derrotas no torneio, ainda tem uma remota chance de avançar. A tcheca enfrenta a compatriota Karolina Pliskova.

Ex-número 1 do mundo e atual quinta colocada, Muguruza marcou sua 39ª vitória na temporada. A espanhola de 28 anos conquistou dois títulos em 2021, nos torneios de Dubai e Chicago. Ela faz sua quarta participação no WTA Finals, mas a primeira desde 2017 e só esteve na semifinal em sua primeira aparição, ainda no ano de 2015.

"Foi um jogo muito difícil e a torcida me ajudou muito a vencer aquele segundo set e voltar para o jogo. Não comecei muito bem a partida, e no segundo set eu precisava me motivar e lutar com o todo o tênis que eu ainda tinha hoje. E já no terceiro set, eu estava jogando muito melhor", disse Muguruza, na entrevista ainda em quadra após a partida.

Krejcikova venceu cinco games seguidos no 1º set
Depois de uma troca de quebras nos dois primeiros games da partida, Krejcikova teve o domínio das ações durante o set inicial. A tcheca mostrava um jogo sólido da linha de base e construindo muito bem os pontos, mexendo bastante a adversária do fundo da quadra. A tcheca chegou a vencer cinco games seguidos, ao conquistar duas novas quebras, e tinha 7 a 2 no placar de winners. Ela cometeu 15 erros não-forçados contra 18 da espanhola.

A perda da primeira parcial não abalou Muguruza, que começou muito bem o segundo set. A espanhola confirmou seus três primeiros games de serviço sem correr tantos riscos e chegou a liderar o placar por 4/1. Mas um game com poucos primeiros saques em quadra, acabou enfrentando seis break-points até que Krejcikova conseguisse devolver a quebra. A tcheca sequer conseguiria buscar o empate, já que voltaria a perder o saque na sequência. As duas jogadoras terminaram o segundo set com 10 winners e 12 erros não-forçados.

Espanhola sacou muito bem no set decisivo
Logo no início do terceiro set, as jogadoras protagonizaram mais um game muito longo e Muguruza conseguiu a quebra apenas no sexto break-point. Muguruza soube cuidar muito bem de seus games de saque durante o set decisivo e cedeu apenas seis pontos em seu serviço até o fim da parcial, não dando nenhuma chance à tcheca de devolver a quebra.

Krejcikova fez mais winners no jogo, 28 a 21, e cometeu 39 erros não-forçados contra 40 de Muguruza. E o equilíbrio da partida foi tanto que a espanhola fez só um ponto a mais, 90 a 89.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva