Notícias | Dia a dia
Riske conquista Linz e recupera espaço no ranking
12/11/2021 às 19h17

Riske havia perdido 21 posições no ranking da última segunda-feira após o desconto dos pontos de 2019

Foto: Upper Austria Ladies Linz 2021

Linz (Áustria) - Menos de uma semana depois de ter sofrido uma queda acentuada no ranking por conta do desconto de pontos obtidos em 2019, a norte-americana Alison Riske irá recuperar quase que integralmente os pontos e posições perdidas. Ela conquistou nesta sexta-feira o título do WTA 250 de Linz, em quadras duras e cobertas, superando na final a romena Jaqueline Cristian, número 100 do mundo, por 2/6, 6/2 e 7/5 em 2h24 de partida.

Riske, de 31 anos e atual 73ª do ranking, era a número 52 do mundo até a última segunda-feira. A norte-americana caiu 21 posições após a perda de 290 pontos antigos de seu ranking, sendo 280 do título conquistado na grama de 's-Hertogenbosch em 2019. A conquista em Linz vale outros 280, mas ela tem 30 a descartar de seu último resultado válido. Sendo assim, deve ficar bem perto da marca anterior.

Este foi o terceiro título de WTA na carreira de Riske, que disputou sua 11ª final no circuito. A experiente jogadora norte-americana já decidiu até mesmo um WTA 1000 em 2019, quando foi superada por Aryna Sabalenka na final de Wuhan. O melhor ranking de sua carreira foi o 18º lugar, alcançado há pouco mais de dois anos.

Já a vice-campeã Jaqueline Cristian disputou sua primeira final no circuito aos 23 anos e havia debutado no top 100 justamente na última segunda-feira. Ela iniciou a temporada ocupando apenas o 168º lugar do ranking, mas conseguiu se destacar especialmente nos torneios em quadras cobertas, com as quartas em São Petersburgo e em Cluj-Napoca, a semifinal em Nur-Sultan e o vice-campeonato em Linz.

Russas conquistam o título de duplas em Linz
O título do torneio de duplas ficou com as russas Natela Dzalamidze e Kamilla Rakhimova. Elas venceram a final contra as chinesas Xinyu Wang e Saisai Zheng por 6/4 e 6/2. Ambas conquistaram um título de duplas pela segunda vez na carreira, mas é a primeira vez que as russas vencem um torneio juntas. Dzalamidze está com 28 anos e é a 73ª do ranking, enquanto Rakhimova está com 20 anos e ocupa a 96ª posição.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva