Notícias | Dia a dia
Com 114 jogos no ano, Krejcikova avalia calendário
10/11/2021 às 21h41

Krejcikova disputa as chaves de simples e duplas no WTA Finals em Guadalajara

Foto: Akron WTA Finals
Mário Sérgio Cruz

Número 3 do mundo tanto em simples quanto em duplas, Barbora Krejcikova teve um calendário implacável ao longo de 2021. A tcheca de 25 anos disputou ao todo 114 partidas na temporada, são 62 jogos de simples, 45 nas duplas e mais sete nas duplas mistas. Nesta semana, ela disputa as chaves de simples e duplas do WTA Finals em Guadalajara e terá no mínimo mais cinco jogos, mas pode terminar o ano com até 123 partidas disputadas. Por isso, ela não esconde que avaliará o calendário para o próximo ano do circuito.

"Eu me sinto saudável e me sinto bem. Meu corpo está funcionando bem. E espero que continue assim. Na verdade, eu não joguei tantos torneios, mas fiz muitas partidas porque estou indo muito bem e não esperava isso no início da temporada", disse Krejcikova a TenisBrasil, durante a entrevista coletiva na última terça-feira.

A tcheca garante que quer continuar jogando duplas, mas irá conversar com a parceira Katerina Siniakova e priorizar os grandes torneios na modalidade. "Em relação ao próximo ano, eu ainda quero jogar em duplas porque é muito divertido para mim e gosto muito de estar em quadra e de enfrentar adversárias diferentes. Portanto, pretendo jogar em duplas também. Mas acho que eu minha parceira queremos jogar principalmente os grandes torneios. Então vamos ver como vou fazer no próximo ano".

Para a atual campeã de Roland Garros, jogar simples e duplas no Finals pode até ser um trunfo, pensando em uma boa adaptação às condições do torneio, disputado a uma altitude de 1.500m. "Acho que estou lidando muito bem com o lado físico. Estou tentando me manter descansada e tentando fazer tudo que posso para me recuperar o mais rápido que posso. Na verdade, estou muito feliz por poder jogar as duas competições e jogar um dia de simples e um dia de duplas, porque acho que é uma coisa boa para mim. É uma experiência muito boa. Tenho mais tempo e mais oportunidades para me adaptar melhor e jogar um tênis melhor".

Derrota para Kontaveit na estreia do WTA Finals

A estreia de Krejcikova no Finals, entretanto, foi com resultado negativo. Ela perdeu nesta quarta-feira para a estoniana Anett Kontaveit por 6/3 e 6/4. "A partida de hoje foi difícil. Acho que Anett fez um jogo sólido e estava sacando bem. Na verdade, foram duas quebras, uma em cada set. Tento ver o lado positivo. Terei mais cinco partidas para jogar e estou ansiosa por isso. Vou apenas tentar aproveitar o descanso e até as coisas não saíram bem hoje".

"Acho que realmente as condições eram complicadas. Quero dizer, era minha primeira partida, então obviamente eu esperava que fosse melhor. Não fui tão bem, mas ainda tenho muitos jogos pela frente. Alguns dias atrás eu estava jogando na Europa e agora estou aqui. Então seria muito difícil. Mas vou trabalhar muito e espero fazer melhores partidas", explica a tcheca, que ainda enfrentará Garbiñe Muguruza e Karolina Pliskova na chave de simples no México.

Jogar em casa pesou na decisão de disputar a Copa Billie Jean King

Krejcikova é a única jogadora na chave de simples do Finals a ter disputado a fase final da Copa Billie Jean King em Praga, na semana passada. Ela afirma que o fator de jogar em casa e a oportunidade de defender o seu país foram fundamentais para a decisão.

"Sempre quis jogar a Copa Billie Jean King e representar a República Tcheca, ainda mais em casa. Então, para mim, foi uma decisão do meu coração porque que queria jogar este torneio em Praga, na nossa maior arena. Na verdade, já fui lá muitas e muitas vezes antes, especialmente quando as outras meninas, da geração anterior, como Petra [Kvitova] e Lucie [Safarova], jogavam as finais e foram campeãs. Para mim, já naquela época era algo especial e que motivava. Então, eu realmente queria ter essa experiência. Quando eu descobri que a Copa Billie Jean King seria lá, mesmo colada no Finals, eu não tive dúvida. Queria jogar os dois torneios".

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva