Notícias | Dia a dia
Federer cai mais um pouco, mas fecha ano no top 20
08/11/2021 às 09h08

Miami (EUA) - Mesmo competindo bem pouco em 2021, contando com apenas nove vitórias em 13 partidas, o suíço Roger Federer vai conseguir fechar o ano no top 20. Ele corria o risco de deixar esta faixa de ranking dependendo dos resultados no Masters 1000 de Paris, mas acabou perdendo apenas duas colocações, descendo para o 16º lugar.

Federer mantém um ranking tão bom apesar dos resultados por causa dos pontos congelados. Somente 225 de seus 2.385 pontos foram conquistados nesta temporada. E ele não apenas vai terminar dentro do top 20, como pode até ser top 15 no final do ano. Isso porque o russo Aslan Karatsev defende pontos essa semana e será ultrapassado pelo suíço.

Contudo, a colocação do suíço entre os 15 melhores do mundo será ameaçada nesta semana pelo canadense Denis Shapovalov, que disputa o ATP 250 de Estocolmo e precisa de apenas duas vitórias para deixar Federer para trás no ranking.

Sensação da casa no Masters 1000 de Paris, o francês Hugo Gaston viu a grande campanha no torneio lhe render o maior salto de todo o top 100, ganhando 36 colocações que o levaram para o 67º lugar, o mais alto até então da carreira do tenista de apenas 21 anos.

Também subiram bastante Tallon Griekspoor e Alexei Popyrin. O holandês conquistou o título do challenger de Tenerife e com isso saltou 16 lugares para chegar no 72º posto, o melhor da carreira. Já o australiano furou o quali em Paris e foi até as oitavas, ganhou 12 posições com a campanha e atingiu a 59ª colocação, também a sua mais alta na vida.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva