Notícias | Dia a dia
Djokovic bate recorde de Sampras e vira o maior nº 1
06/11/2021 às 12h48

Paris (França) - Recordista de semanas no ranking, com 337 semanas na ponta, o sérvio Novak Djokovic conseguiu, neste sábado, se tornar também o maior número 1 no final de temporada. Com a vitória de virada sobre o polonês Hubert Hurkacz, ele garantiu o ‘Número 1 da Temporada’ pela sétima vez na carreira, deixando para trás o norte-americano Pete Sampras e seus seis anos encerrados na liderança.

Djokovic havia igualado a marca de Sampras no ano passado e agora é recordista isolado. Seus dois maiores rivais, o suíço Roger Federer e o espanhol Rafael Nadal, estão empatados na terceira colocação junto com o norte-americano Jimmy Connors, cada um com cinco temporadas terminadas como líder da ATP.

Ao todo são apenas 17 os tenistas que fecharam uma temporada na liderança do ranking, sendo que 26 já ocuparam este posto no decorrer da história da ATP. Dos tenistas ainda em atividade, o outro único que conseguiu este feito é o britânico Andy Murray, que terminou 2016 como o melhor da temporada.

+ Veja todos os números 1 ao final da temporada masculina
+ Medvedev joga muito, despacha Zverev e vai rever Djoko na final
+ Final será apenas a 2ª em Paris entre os dois melhores do mundo
+ 'Orgulhoso por superar meu herói de infância', celebra Djokovic


O domínio do Big Four neste quesito é maior do que nos Grand Slam, uma vez que o último que não Federer, Nadal, Djokovic ou Murray a conseguir fechar um ano na ponta foi o norte-americano Andy Roddick, em 2003.

Embora tenha perdido o recorde absoluto, Sampras mantém a maior sequência de número 1 ao final de temporada, conseguindo as seis em anos consecutivos, entre 1993 e 1998. Depois dele, a segunda maior série é de Connors com cinco (de 1974 a 1978) e a terceira de John McEnroe, com quatro entre 1981 e 1984, empatado com Federer (2004 a 2007).

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva