Notícias | Dia a dia
Wild vence e alcança sua primeira semi do ano
05/11/2021 às 23h46

Wild conseguiu seu melhor resultado na temporada e defendeu 29 pontos no ranking

Foto: Divulgação

Guayaquil (Equador) - Pela primeira vez na temporada, Thiago Wild disputará a semifinal de um torneio de nível challenger. O número 2 do Brasil e 132º do mundo avançou no saibro de Guayaquil. Ele superou nesta sexta-feira o argentino Nicolas Kicker por 6/4 e 7/6 (10-8). Foi a terceira vitória de Wild na semana e a 21ª na temporada. Ele foi campeão do mesmo torneio há duas temporadas, mas os pontos já caíram na última segunda-feira.

O resultado também foi importante a manutenção de sua posição no ranking. Wild precisava defender 29 pontos no ranking nesta semana, repetindo o resultado que teve no challenger de Montevidéu em 2019, e conseguiu. Se ele for finalista do torneio, fará 48 pontos e 80 em caso de título. Seu próximo adversário é o chileno Alejandro Tabilo, 169º do ranking e algoz do cabeça 1 espanhol Jaume Munar.

Wild teve bom início de partida. Ele confirmou seus dois primeiros games de saque perdendo apenas um ponto, além de ter conseguido duas quebras para abrir 4/0. Kicker reagiu e devolveu uma das quebras, chegando a vencer três games seguidos. Quando o brasileiro sacava para fechar o set, liderando por 5/4, escapou de um 15-40. Um dos break-points foi salvo com um saque por baixo. Ele definiu a parcial em sua segunda oportunidade.

O segundo set já começou com uma quebra a favor de Kicker, que abriu 3/1 no placar. Wild conseguiu devolver a quebra em um game muito longo, precisando de oito break-points. Depois disso, não houve mais quebras ou break-points até a definição do set no tiebreak. Wild perdeu seu primeiro match-point, mas Kicker também não aproveitou a chance que teve de fechar o set, jogando um forehand para fora. O brasileiro precisaria de mais dois match-points até finalmente definir a partida.

Romboli cai na semifinal de duplas
Pela chave de duplas, Fernando Romboli e o boliviano Federico Zeballos foram eliminados na semfinal em Guayaquil. Cabeças de chave número 2, eles foram superados pelo equatoriano Diego Hidalgo e o colombiano Cristian Rodriguez por 6/3 e 6/4. Romboli, de 32 anos e 113º do ranking, defende os 29 pontos na ATP que teria descontados na próxima semana.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva