Notícias | Outros
Gaúchos alcançam finais no Seniors Internacional
05/11/2021 às 20h21

Eduardo Izoldi, de Resende (RJ), conquistou o troféu na categoria 65 anos.

Foto: Gustavo Werneck

Porto Alegre (RS) - Tenistas gaúchos vão decidir os títulos, neste sábado, da 35ª edição do Golden Lake Multiplan Seniors Internacional, realizada na Associação Leopoldina Juvenil, em Porto Alegre (RS). Na categoria 55 anos, a final será totalmente gaúcha. Marcelo Krebs, 21º do mundo, passou com tranquilidade sobre João Pizzato por 6/1 6/2 e medirá forças com Eurico Carvalho, que marcou 6/3 7/5 sobre Vitório dos Santos. Krebs busca sua nona conquista no torneio porto-alegrense e Eurico tenta repetir o feito de 2013 quando levantou o troféu em seu clube.

Nos 50 anos, no duelo de gaúchos, melhor para o atleta da Leopoldina, Marcelo Maciel, que marcou 6/1 6/2 sobre Miguel Kelbert e irá medir forças contra Sebastião Oliveira. "Me surpreendi, Miguel é um dos caras que mais ganhou neste torneio, tinha jogado seis vezes com ele e vencido somente uma e desta vez, me surpreendeu. Ele está um pouco destreinado, mas é um obstáculo difícil de ser superado. Então, tive que me manter focado, pois em algum momento ele poderia crescer e daí o jogo escaparia", disse Maciel. O ex-top 5 do mundo vai em busca de seu terceiro troféu no torneio. "Em 2019, tive meu melhor ano e fiz uma final incrível contra um chileno que era 3º do mundo, venci 7/6 no terceiro set, 3h30 nesta quadra central, então estou com as melhores memórias e espero uma nova batalha amanhã também."

Nos 45 anos, o argentino radicado em Porto Alegre Matias Epifanio derrotou André Cury, ex-número 1 do mundo, marcando 7/6 (8/6) 6/1. A decisão será contra o mineiro Felipe Miana, que vencia Márcio Iorio por 6/4 2/2 quando o carioca desistiu por problemas físicos.

Atleta de Resende (RJ) é campeão pela primeira vez em Porto Alegre, nos 65 anos

Eduardo Izoldi, de Resende (RJ), conquistou o troféu na categoria 65 anos ao superar Luiz Heeren, debaixo do forte calor da capital gaúcha, marcando duplo 6/3. É sua primeira conquista no torneio. "Estou muito feliz pois batalhamos muito para chegar nesse momento. Levanto todos os dias muito cedo, faço toda a rotina de treinamento, treino quase todos os dias na semana e é batalha diária. Foram quatro jogos para chegar na final, com 65 anos é preciso se preparar muito bem se não no segundo, terceiro jogo você se machuca. Costumamos falar que temos dois corações, um é aqui no peito e outro na panturrilha, que bombeia todo o sangue do corpo debaixo para cima. Fez muito calor esta semana e o segredo é o preparo físico que faz diferença, mas foi gratificante", apontou Izoldi.

O tenista levou seu quarto título no ano em que perdeu apenas uma partida, em Goiânia (GO), justo por problemas na panturrilha. Agora ele foca no torneio de Lima, no Peru, e depois no Campeonato Brasileiro em Itajaí (SC), onde só vai ter que trazer um agrado para a esposa. "Lima será minha primeira viagem internacional para um ITF nesse período desde que começou a pandemia. Ficarei duas semanas fora de casa. Vamos ver se a patroa não reclama. Vou ter que trazer um bom presente para ela (risos)."

Federer do seniores vai à final e reativa rivalidade com pernambucano

Nos 40 anos, teremos a rivalidade entre Adelmo Evangelista, o Federer dos Seniors, ex-número 1 do mundo, contra Antônio Amaro. Será o oitavo duelo entre eles no circuito. Amaro, natural de Pernambuco (PE), lidera por 4 a 3 diante do paulista de Cotia. "É meu último torneio do ano, vim preparado, primeiro objetivo alcancei que era a final, agora é buscar o título",disse Amaro após bater Francisco Caetano por 6/2 6/1.

Para Amaro, as condições favorecem mais Adelmo. "Estou fazendo um bom jogo, estarei preparado e espero sair com a vitória. As quadras aqui são mais lentas, favorece mais o estilo dele." Os dois são amigos dentro e fora das quadras. As apostas, segundo Amaro, ficam somente de forma mais lúdica com os alunos dos dois professores.

Adelmo teve problemas para ir à final no primeiro set salvando set-point, mas fechou por 7/5 6/2. "Jogo difícil. pois não consegui me concentrar o tempo inteiro, errando bolas bobas, daí ele cresceu, virou em 5 a 4, teve set-point, fiz um bom saque e voleio para salvar. No segundo set, foi parelho no começo, depois quebrei e embalei."

Sobre o duelo contra Amaro, Adelmo não concorda com vantagem pelas condições mais lentas do saibro da Leopoldina Juvenil. "Eu contra o Amaro, seja lento ou rápido, é sempre jogão. É um clássico, independente de quem vença, somos amigos. Espero fazer um grande jogo, independente de vencer ou não; quero sair satisfeito da quadra."

O sábado é o último dia da competição, com 11 jogos a partir das 9h30.

RESULTADOS PARCIAIS DE SEXTA - 5/11

MS65 Final #31 Eduardo Augusto IZOLDI (BRA) [1] 2x0 Luiz HEEREN (BRA) [3] 6/3 6/3

WS70 Renilda Goncalves Amaral RENILDA (BRA) 2x0  Adivany SANTOS (BRA) 6/0 6/0

WS70 Bernadete VIANA DOS SANTOS (BRA) [2] 2x0 Diva Thereza Menechelli MENECHELLI (BRA) 7/5 6/3

WS55 Jaqueline Almaleh KOMPINSKI (BRA) [1] 2x0 Maria do Carmo RIGHI (BRA) 6/2 6/2

WS55 Liliane PORTAL (BRA) 2x0 Catarina BRAGA (BRA) 6/4 6/0

WS55 Tania Regina CANDEMIL (BRA)  2x0 Lilia BRITTO (BRA) [2] 6/4 6/4

MD75 Francisco GOMES DA SILVA FILHO (BRA) / Joao venceu Carlos FONSECA (BRA) / covarda RAIMUNDO (BRA) por WO

MD70 Claudio Jose FACUNDO (BRA) / Passos de Oliveira OTAVIO 2x0 Pedro Mario Vicente FILHO (BRA) 6/4 6/2

 

MS55 Eurico CARVALHO (BRA) [4] 2x0 Vitorio Xavier SANTOS (BRA) [2] 6/3 7/5

MS50 Marcelo Amaro da Silveira MACIEL (BRA) [1] 2x0 Miguel KELBERT (BRA) [4] 6/1 6/1

MS55 Marcelo KREBS (BRA) [1] 2x0 joao francisco PIZZATO ANNONI (BRA) 6/2 6/1

MS50 Sebastiao OLIVEIRA (BRA) [3] venceu George HIME (BRA) 7/6 (6) Ret.

MS45 Felipe Augusto MIANA (BRA) [2]  venceu Marcio IORIO (BRA) [3] 6/4 2/2 Ret.

WS40  Patricia RODRIGUES (BRA) 2x0 Andrea NUCETELI (BRA) 6/0 6/0

WS45 Ana Flavia PEIXOTO (BRA) 2x0 Maria Luisa AMODEO DAIELLO (BRA) 7/6 (4) 6/3

WD75 Lilian Eisele PARDO (CHI) / Ilza Norma R ROCHA 2x0 Maria Helena Gurgel ARDUINO (BRA) [2] / Marilena 6/2 6/4

 

MS45 Matias EPIFANIO (BRA) [1] 2x0 Andre CURY (BRA) [4] 7/6 (8/6) 6/1

MS35 Mario Enrico VENTRE (BRA) [1] Gabriel Jose GERHARD (BRA) [3]

MS40 Adelmo EVANGELISTA (BRA) [1] 2x0 Mauricio SEIBLITZ (BRA) [3] 7/5 6/x

MS40  Antonio Amaro da Silva FILHO (BRA) [2] 2x0 Francisco CAETANO (BRA) 6/2 6/1

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva