Notícias | Dia a dia
Russas decidem na dupla e voltam à final após 6 anos
05/11/2021 às 14h00

A parceria entre Kudermetova e Samsonova decidiu a difícil semifinal contra os EUA

Foto: ITF

Praga (República Tcheca) - A equipe da Federação Russa de Tênis está de volta à final da Copa Billie Jean King e tenta encerrar um jejum de títulos na competição que já vem desde 2008. As russas venceram um difícil confronto de semifinal contra os Estados Unidos nesta sexta-feira por 2 a 1 em Praga, na República Tcheca. Elas agora esperam pelas vencedoras do confronto entre Austrália e Suíça, que se enfrentam na sequência.

A Rússia tem quatro títulos na história da competição, antes chamada de Fed Cup, nas temporadas de 2004, 2005, 2007 e 2008. Já na década passada, disputaram as finais em 2011, 2013 e 2015, sempre ficando com o vice-campeonato. A final mais recente foi disputada justamente na O2 Arena de Praga e foi vencida pela equipe da casa, por 3 a 2.

Já o time dos Estados Unidos, maior campeão da Copa Billie Jean King com 18 títulos, conquistou a competição pela última vez em 2017, além de ter ficado com o vice-campeonato na temporada seguinte.  

Estreante na competição, Samsonova virou contra Stephens
Na abertura do confronto, o capitão russo Igor Andreev promoveu a estreia em simples de Liudmila Samsonova. A jovem jogadora de 22 anos e 40ª do ranking teve a missão de enfrentar Sloane Stephens, ex-número 3 do mundo e atual 63ª colocada aos 28 anos. A partida começou melhor para Stephens, que conseguiu três quebras no 1º set, mas aos poucos Samsonova mostrou novamente um jogo bastante eficiente para as condições mais rápidas do torneio e venceu por 1/6, 6/4 e 6/3 em 1h54 de partida.

Samsonova chegou a ficar a dois games da derrota quando perdia o segundo set por 4/3, mas cuidou bem de seus games de saque e aproveitou uma rara chance de quebra com ótima devolução de backhand na cruzada. Ela fechou parcial vencendo 12 dos últimos 14 pontos. Já no terceiro set, houve uma troca de quebras e a russa ainda escapou de um 15-40 quando perdia por 2/1. Depois disso, ela ganhou confiança e não perdeu mais pontos no saque, além de quebrar mais duas vezes.

Collins venceu seu terceiro jogo na semana
O segundo jogo da série foi entre Danielle Collins e Anastasia Pavlyuchenkova, que poderia já definir o confronto em caso de vitória. As duas primeiras parciais foram definidas apenas em tiebreaks, antes que Collins vencesse o terceiro set para marcar sua terceira vitória na semana. A número 30 do mundo superou a 12ª do ranking por 6/7 (7-9), 7/6 (7-2) e 6/2 em 2h42 de partida. Pavlyuchenkova chegou a salvar um set-point na primeira parcial, enquanto Collins sacou bem quando perdia o segundo set por 5/4 e 6/5. Já no terceiro set, manteve o saque e conseguiu duas quebras.

A definição ficou para a partida de duplas e Samsonova voltou à quadra ao lado de Veronika Kudermetova. As russas superaram a parceria norte-americana de Coco Vandeweghe e Shelby Rogers por duplo 6/3. Durante a partida, Samsonova aproveitou novamente de seus golpes potentes, enquanto Kudermetova, finalista de duplas em Wimbledon este ano, usou de sua experiência na modalidade e teve ótimas intervenções junto à rede.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva