Notícias | Dia a dia
Para Djokovic, experiência foi fundamental na estreia
02/11/2021 às 22h15

Djokovic disputa seu primeiro torneio desde o US Open

Foto: Corinne Dubreuil/ATP

Paris (França) - Depois de estrear com vitória no Masters 1000 de Paris, Novak Djokovic acredita que sua longa experiência no circuito o ajudou a superar o húngaro Marton Fucsovics nesta terça-feira. O sérvio estava sem jogar desde a final do US Open, ainda no início de setembro, e precisou de três sets e 2h de jogo para vencer seu primeiro compromisso nas quadras duras e cobertas na capital francesa.

"Foi ótimo estar de volta à quadra depois de quase dois meses sem competição", disse Djokovic, após a vitória por 6/2, 4/6 e 6/3 sobre Fucsovics. "Sabia que não seria um jogo fácil. O Marton é um jogador muito talentoso e que tem muita qualidade. Foi uma grande partida. Não conseguia quebrar o saque, porque ele estava jogando com muita precisão e levamos um ao outro até o limite. Foi uma grande estreia para mim. Estou muito satisfeito".

"É apenas uma questão de passar o tempo na quadra, encontrando a intensidade de jogo em jogo e disputando mais pontos", acrescentou o sérvio, que marcou sua 45ª vitória na temporada. "Quanto mais partidas eu disputar, vai ser melhor. Eu me conheço bem, já estive nessa situação antes muitas vezes. Então espero que a experiência possa me ajudar a fazer um bom trabalho".

Djokovic também está inscrito na chave de duplas em Paris. Ele disputa a segunda rodada nesta quarta-feira ao lado de Filip Krajinovic. A partida será às 10h (de Brasília) contra o australiano John Peers e o eslovaco Filip Polasek, cabeças 6 do torneio.

Já o compromisso do número 1 do mundo nas oitavas de final será contra o vencedor do duelo francês entre Adrian Mannarino e Gael Monfils. A vantagem no histórico de confrontos é muito grande, 4 a 0 contra Mannarino e incríveis 17 a 0 contra Monfils.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva