Notícias | Dia a dia
Azarenka volta ao Conselho de jogadoras da WTA
02/11/2021 às 16h43

Azarenka já fez parte do Conselho e atuou a favor de jogadoras que já são mães

Foto: Arquivo

Miami (EUA) - A WTA anunciou nesta terça-feira o resultado da votação para o Conselho de Jogadoras. No total, quatro das oito vagas foram renovadas, com destaque para a volta de Victoria Azarenka. A ex-número 1 do mundo já havia feito parte do Conselho entre 2017 e 2019. Nesse período, foi atuante na mudança de regras para que o circuito pudesse oferecer períodos mais longos de afastamento e maior acesso ao ranking protegido para as jogadoras que precisaram pausar a carreira para se dedicarem à maternidade.

Azarenka está com 32 anos e ocupa atualmente o 27º lugar no ranking mundial. A bielorrussa, que se tornou mãe no final de 2016 e retornou às quadras na temporada seguinte, conseguiu 28 vitórias e nove derrotas em 2021. Seu principal resultado este ano foi a final do WTA 1000 de Indian Wells, onde foi superada por Paula Badosa. Também foi semifinalista em Doha e Berlim.

Outras novidades no Conselho são as chegadas da francesa Kristina Mladenovic, da norte-americana Christina McHale e da polonesa Magda Linette. Elas se juntam a Sloane Stephens, Donna Vekic, Johanna Konta e Gabriela Dabrowski, que permanecem em suas posições.

Saem do Conselho de Jogadoras a russa Anastasia Pavlyuchenkova, a sérvia Aleksandra Krunic e as norte-americanas Madison Keys e Kristie Ahn. Entretanto, Ahn permanecerá ativa nos bastidores. A jogadora de 29 anos e 253ª do ranking será a representante das atletas no Board da WTA, juntamente com as ex-jogadoras Vanessa Webb e Anja Vreg, além do advogado canadense Brandon Burke, que atua no meio do tênis e chegou a se candidatar a uma vaga na ATP há dois anos.

Também foram definidos representantes dos torneios, a respeito dos níveis 250, 500 e 1000 e dos continentes, Américas, Europa, Ásia & Pacífico.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva