Notícias | Dia a dia
Belga trabalhou em mercado durante a pandemia
27/10/2021 às 11h21

Antuérpia (Bélgica) - Atual 191 do mundo, o belga Zizou Bergs fez uma confissão surpreendente em entrevista ao Suddpresse. Para não ficar inativo e ajudar a pagar as contas da casa, o tenista de 22 anos foi trabalhar em um supermercado do seu bairro e ajudou a mãe a costurar e distribuir máscaras no auge da pandemia do coronavírus.

“Quando você é o número 530 do mundo e não pode jogar, a situação fica difícil. Decidi então trabalhar no LIDL (rede de supermercados) e também ajudei minha mãe a fazer máscaras que depois eu ia distribuir para as pessoas de bicicleta. Fazia isso por quase 8 horas por dia”, contou Bergs, que na semana passada disputou o ATP 250 da Antuérpia através de convite, caindo logo na estreia.

Enquanto ajudava a pagar as contas de casa com outros trabalhos, o belga não deixou o tênis totalmente de lado e aproveitou a pausa para trabalhar em mudanças em seu jogo. “Foi durante a pandemia que conversei com meu treinador e decidimos mudar algo e escolhemos o forehand. Aproveitamos aquele momento em que não existia tênis para me tornar um jogador melhor”.

Bergs disse que não tentou melhorar apenas o seu tênis, mas também quis se tornar uma pessoa melhor. “Agora estou envolvido em um projeto no Burundi onde envio raquetes, tênis, roupas esportivas e outras coisas para ajudar os jovens locais através de um belga que conheço lá”, complementou o jovem tenista.

Comentários
Loja - camisetas
Arena BTG