Notícias | Dia a dia
Djokovic fechará ano como nº 1 mesmo sem jogar
26/10/2021 às 11h39

Miami (EUA) - Como a ausência do russo Daniil Medvedev nos torneios desta semana, ele não tem mais como somar pontos suficientes para superar Novak Djokovic até o fim da temporada. Atual número 1 do mundo, o sérvio fechará mais um ano como o melhor do mundo e se tornará o recordista nesta estatística.

Atualmente, Djokovic está empatado com o norte-americano Pete Sampras, ambos com seis temporadas encerradas como número. O tenista de Belgrado conseguirá fechar 2021 na ponta e então será o primeiro da história a conseguir tal feito sete vezes, abrindo duas de frente para o espanhol Rafael Nadal e o suíço Roger Federer, empatados com o norte-americano Jimmy Connors com cinco.

Medvedev está no momento 1.800 pontos atrás de Djokovic, mas defende ainda 2.590 pontos até o fim do ano, correspondentes aos títulos do Masters 1000 de Paris e do ATP Finals do ano passado e pelas quartas em Viena. Por sua vez, o sérvio defende 1.490, a maior parte deles pela conquista na capital francesa em 2019.

Já descontada a pontuação que os dois mais bem colocados no ranking defendem ainda em 2021, a diferença de Djokovic sobe de 1.800 para 2.900 e para poder descontar tudo isso Medvedev precisava não apenas vencer Paris e o Finals, mas também conquistar o ATP 500 de Viena e torcer para que o rival praticamente não somasse mais nada.

Comentários
Loja - camisetas
Arena BTG