Notícias | Dia a dia
Murray enfim bate Hurkacz na maior vitória do ano
25/10/2021 às 16h40

Murray não vencia um adversário do top 10 desde agosto do ano passado

Foto: Divulgação

Viena (Áustria) - Pela primeira vez desde agosto do ano passado, Andy Murray voltou a vencer um adversário do top 10. Convidado para o ATP 500 de Viena e bicampeão em 2014 e 2016, o britânico superou nesta segunda-feira o polonês Hubert Hurkacz, número 10 do mundo e cabeça 5 do evento do torneio em quadras duras e cobertas, por 6/4, 6/7 (6-8) e 6/3 em 2h40 de partida. Este ano, Murray havia perdido duas vezes para Hurkacz, no Masters 1000 de Cincinnati e no ATP 250 de Metz.

Murray havia perdido os cinco jogos anteriores que fez contra top 10 em 2021 e vinha de dez derrotas seguidas contra adversários no top 20, apesar de ter ficado perto da vitória em muitas dessas ocasiões. Seu último triunfo contra um rival deste nível havia sido diante de Alexander Zverev, então número 7 do mundo, no Masters de Cincinnati de ano passado. Na ocasião, o evento precisou ser transferido para Nova York devido à pandemia.

Atualmente com 34 anos e ocupando apenas o 156º lugar do ranking, Murray já venceu 18 jogos em 2021, são 13 vitórias no circuito da ATP e mais cinco em torneios de nível challenger. Seu próximo adversário é o espanhol Carlos Alcaraz, jovem de apenas 18 anos e 42º do ranking, que evitou um duelo britânico ao superar Daniel Evans por 6/4 e 6/3 em 1h25. Murray e Alcaraz se enfrentaram recentemente no Masters 1000 de Indian Wells e o britânico levou a melhor em confronto com 3h03 de duração.

Murray fez ótimo 1º set e teve match-point no segundo
Ciente das oportunidades perdidas nos dois duelos realizados este ano, Murray fez um ótimo primeiro set. O britânico sacou muito bem e cedeu apenas cinco pontos em seus games de serviço, sendo apenas dois com o primeiro saque em quadra. O ex-número 1 do mundo fez apenas seis winners contra 12, mas cometeu só 5 erros contra 10 do polonês. Depois de ter perdido dois break-points ainda no começo do jogo, ele conseguiria a quebra já na reta final do set, em sua quarta oportunidade, para fazer 5/4 e definir a parcial no game seguinte.

O segundo set foi inteiramente sem quebras, mas com chances para os dois lados. Murray foi o primeiro a correr riscos, revertendo um 0-40 no 3/3 e escapando de cinco break-point ao longo da parcial. Já Hurkacz evitou duas chances de quebra no sétimo game. Com 1h06 de duração, a parcial foi definida no tiebreak, em que Murray abriu 2-0, mas logo permitiu o empate. O britânico chegou ao match-point quando vencia por 6-5, mas Hurkacz se salvou com um backhand na paralela. Na sequência, o ex-número 1 errou uma devolução e jogou um forehand para fora. Hurkacz fez 20 a 13 em winners, mas cometeu nove erros contra 6 de Murray.

Hurkacz foi o primeiro a quebrar no terceiro set, mas britânico reagiu
A parcial decisiva começou com uma troca de quebras. Murray perdeu o saque com uma dupla falta no game de abertura, mas buscou o empate logo na sequência. O polonês vinha cometendo muitos erros não-forçados, o que facilitou a vida do britânico, que chegou a vencer três games seguidos para abrir 5/2 no placar. Sacando para o jogo, o ex-líder do ranking salvou dois break-points e fechou a partida na terceira chance que teve. Apesar de o polonês ter liderado a estatística de winners por 42 a 28, ele cometeu 30 erros contra apenas 18 do britânico.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva