Notícias | Dia a dia
Karatsev impede o tri de Cilic e é campeão em casa
24/10/2021 às 13h49

Karatsev é o terceiro russo seguido a vencer o ATP de Moscou

Foto: VTB Kremlin Cup

Moscou (Rússia) - Pela terceira vez seguida, a torcida russa pôde comemorar o título de um jogador da casa no ATP 250 de Moscou. Depois das conquistas de Karen Khachanov em 2018 e de Andrey Rublev em 2019, foi a vez de Aslan Karatsev vencer o torneio em quadras duras e cobertas. Karatsev, de 28 anos e 22º do ranking, superou neste domingo o croata Marin Cilic por 6/2 e 6/4 em 1h16 de partida.

"Este é um sonho que se tornou realidade! É um momento significativo na minha vida ganhar um torneio que eu visitei desde criança e que disputei o quali desde muito ainda jovem", disse Karatsev, durante a cerimônia de premiação. "Muito obrigado a todos pelo apoio! Foi uma final nervosa, sem o primeiro saque, cometi duplas faltas, tive que salvar break-points, mas no final consegui vencer. Em primeiro lugar, dedico a vitória aos meus pais, bem como aos familiares, amigos e equipe".

Karatsev conquista seu segundo título de ATP e disputou a terceira final da carreira. Este ano, ele havia sido campeão em Dubai e vice em Belgrado. O russo está com o melhor ranking da carreira e vive sua melhor temporada, tendo iniciado o ano apenas no 112º lugar do ranking. Outro resultado de muito destaque foi a campanha desde o quali até a semifinal do Australian Open.

Já o vice-campeão Marin Cilic buscava o terceiro título em Moscou. O ex-número 3 do mundo e atual 41º do ranking venceu o torneio russo em quadras duras e cobertas nas temporadas de 2014 e 2015. Vencedor de 19 títulos de ATP, com destaque para o US Open de 2014, o experiente croata de 33 anos disputou sua 34ª final da carreira. Na atual temporada, já foi campeão na grama de Stuttgart.

Campeões de duplas salvaram três match-points
O título de duplas em Moscou ficou com o finlandês Harri Heliovaara e o holandês Matwe Middelkoop, que salvaram três match-points na final contra o bósnio Tomislav Brkic e o sérvio Nikola Cacic e venceram por 7/5, 4/6 e 11-9. Heliovaara, de 32 anos, conquistou apenas seu segundo título de ATP, enquanto Middelkoop, de 38 anos, tem agora 11 conquistas no circuito.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva