Notícias | Dia a dia
Campeãs de duplas preferem 3º set ao match-tiebreak
24/10/2021 às 09h44

Ostapenko e Siniakova acreditam que resultados seriam mais justos com formato tradicional

Foto: VTB Kremlin Cup

Moscou (Rússia) - Campeãs de duplas no WTA 500 de Moscou, a letã Jelena Ostapenko e a tcheca Katerina Siniakova conseguiram três de suas quatro vitórias no torneio definidas no match-tiebreak. Mas apesar dos resultados positivos neste formato, elas ainda prefeririam que as partidas da modalidade seguissem o formato tradicional, com três sets completos e a necessidade de dois pontos de vantagem para vencer os games. Atualmente, isso só acontece nos torneios do Grand Slam.

"É muito bom que sejam disputadas partidas de pleno direito nos Grand Slam. Isso é justo, porque você precisa vencer a partida de verdade, sem acidentes. Com esse novo sistema de pontuação, há mais resultados aleatórios e muitas vezes acontece que o time mais fraco bate mais forte", avaliou Siniakova, que conquistou seu 12º título profissional de duplas no circuito e é atual número 4 no ranking da modalidade.

Ostapenko não é uma parceira habitual para Siniakova, que costuma jogar ao lado da compatriota Barbora Krejcikova durante a maior parte da temporada, mas corrobora com a opinião da tcheca. "Eu concordo. O antigo sistema de pontuação em duplas era mais objetivo, o novo é mais propício a resultados acidentais".

Embora não sejam parcerias fixas, ambas esperam ter mais oportunidades de jogarem juntas no futuro. "Katya tem uma parceira permanente, mas eu não me importo! Não existe uma líder definida, nós apenas tentamos jogar juntas. Há momentos em que eu jogo bem e ela não, ou vice-versa, mas sempre tentamos ajudar uma à outra", explica a letã, que comemorou seu quarto título de duplas no circuito. A tcheca complementou. "Se ainda der certo, e nós duas quisermos, é claro que jogaremos de novo!"

A final do último sábado foi bastante equilibrada. Ostapenko e Siniakova venceram a ucraniana Nadiia Kichenok e a romena Raluca Olaru por 6/2, 4/6 e 10-8. Segundo a tcheca, a estratégia agressiva fez a diferença. "Foi uma partida difícil, quando jogamos de forma agressiva tínhamos uma vantagem sobre elas. E o mais importante, no final da partida jogamos bem e vencemos".

Comentários
Loja - camisetas
Arena BTG