Notícias | Dia a dia
Kontaveit alcança 5ª final do ano, Sakkari abandona
23/10/2021 às 08h40

Kontaveit venceu 20 dos últimos 22 jogos que disputou no circuito

Foto: VTB Kremlin Cup

Moscou (Rússia) - A sequência de bons resultados de Anett Kontaveit na temporada continua nesta semana em Moscou. A estoniana garantiu neste sábado uma vaga em sua quinta final do ano e está em busca do terceiro título de 2021. Ela superou a tcheca Marketa Vondrousova por 6/3 e 6/4 para chegar à decisão do WTA 500 disputado em quadras duras e cobertas na capital russa.

Esta foi a 20ª vitória nos últimos 22 jogos para Kontaveit no circuito. Nessa conta estão seus recentes títulos em Cleveland e Ostrava. A estoniana de 25 anos ocupa atualmente o 20º lugar do ranking e já tem 39 vitórias na temporada. Também em 2021, alcançou finais de WTA 500 em Melbourne e Stuttgart. Ela disputará sua 11ª final da carreira e busca o quarto título.

Para superar Vondrousova em apenas 1h14 de partida neste sábado, Kontaveit fez o dobro de winners de sua adversária, 26 contra 13 da tcheca e cometeu 22 erros não-forçados, diante de 27 da rival. Com três quebras no primeiro set, a estoniana chegou a vencer cinco games seguidos para abrir 5/1. Ela foi quebrada quando sacava para fechar, mas tinha vantagem confortável. No segundo set, abriu 5/2 com duas quebras acima e novamente perdeu a primeira chance de definir a disputa em seu saque, mas fechou o jogo no terceiro match-point que teve.

"Foi um jogo muito difícil, Marketa é uma adversária incrivelmente dura. Eu poderia ter feito algo melhor hoje, mas o mais importante é que cheguei à final aqui em Moscou pela primeira vez. Estou muito feliz por isso. Não consegui sacar para o jogo na primeira vez, mas isso acontece no tênis. O principal era ter fé em mim mesma e eu consegui vencer", disse Kontaveit, ao destacar a reação da rival na reta final da partida.

Alexandrova disputará a final em casa
A adversária de Kontaveit na final deste domingo às 6h (de Brasília) será a russa Ekaterina Alexandrova, que ficou em quadra por apenas 22 minutos neste sábado. A atual 37ª do ranking liderava o primeiro set contra a grega Maria Sakkari, número 7 do mundo, por 4/1, antes de a rival abandonar a disputa. Sakkari se sentiu mal durante o jogo e relatou ter sofrido com tontura em quadra. A estoniana venceu o único duelo anterior contra a russa, definido apenas no tiebreak do terceiro set, no ano passado em Ostrava.

"Na verdade, não vi nada de errado com ela durante os ralis, mas obviamente estamos no final do ano e temos mais torneios pela frente", disse Alexandrova, logo após a partida. Ela fez 8 a 2 em winners e cometeu 4 erros contra 7 de Sakkari, tendo conquistado apenas uma quebra. "Então é claro que eu gostaria de terminar essa partida em quadra, mas essas coisas acontecem. Desejo pronta recuperação para a Maria e espero que tudo fique bem com ela".

"Já joguei contra a Anett uma vez, é uma adversária dura. Não vai ser um jogo fácil, mas estarei preparada para isso", acrescentou a russa de 26 anos. Ela tem um título no circuito, conquistado no início do ano passado em Shenzhen e tem um vice nas quadras duras e cobertas de Linz em 2018.

Pelo sétimo ano seguido, Moscou tem uma jogadora russa na final do torneio. Além disso, Alexandrova é a 11ª tenista da casa a disputar a decisão do torneio, desde sua primeira edição em 1994. Quinze das 25 edições do torneio tiveram ao menos uma russa na final. A última russa a vencer o WTA de Moscou foi Daria Kasatkina em 2018, lembrando que o torneio do ano passado foi cancelado, devido à pandemia. 

Comentários
Loja - camisetas
Arena BTG