Notícias | Dia a dia
Rublev: 'Dura quarentena no AO para não vacinados'
19/10/2021 às 09h16

Moscou (Rússia) - Enquanto ainda não há nada oficial a respeito das normas que serão impostas pelo governo australiano para os torneios disputados no país no começo da temporada de 2022, as versões do que acontecerá vão aos poucos surgindo. O russo Andrey Rublev disse em Moscou, onde disputa o ATP 250 local, que os não vacinados enfrentarão dura quarentena.

“Eu conheço as condições. Se os jogadores não quiserem ficar em quarentena por duas semanas, eles devem ser vacinados”, afirmou o atual número 6 do mundo, indicando que quem não for vacinado terá que cumprir um rígido esquema de isolamento, parecido com o que aconteceu no começo da atual temporada e que gerou polêmica.

“Pelo que eu sei, a Austrália reconhece muitas vacinas. Se você não for vacinado, não poderá deixar seu quarto por duas semanas, o que significa que não poderá jogar a ATP Cup ou qualquer evento anterior ao Aberto da Austrália”, complementou Rublev, principal favorito nesta semana em Moscou, estreando direto na segunda rodada.

O tenista da casa conheceu na última segunda-feira seu primeiro oponente na competição. Sua estreia em Moscou será contra o francês Andrian Mannarino, que bateu o convidado russo Roman Safiullin de virada, com parciais de 1/6, 7/6 (8-6) e 6/4. Rublev enfrentou Mannarino apenas uma vez, justamente na final do torneio em 2019, levando a melhor em sets diretos.

Eliminado precocemente no Masters 1000 de Indian Wells, Rublev espera ir longe em Moscou, ainda que tenha sobre si a responsabilidade de ser o cabeça de chave 1. “Talvez eu não tenha me saído bem em Indian Wells, mas ainda sinto que estou jogando um ótimo nível de tênis e agora isso é o mais importante”, disse o número 6 do mundo.

“Claro que é muita pressão, o que é normal. Não acho que você possa mostrar seu melhor desempenho em todas as semanas durante os 11 meses da temporada, é muito difícil. Apenas os melhores, que já estão há alguns anos no top 10, sabem como lidar melhor com essas coisas”, comentou o russo.

“Em alguns meses estou jogando muito bem e indo muito fundo nos torneios. Alguns meses não tenho grandes resultados e estou perdendo um pouco mais cedo. Mesmo assim, consegui estar entre os 10 melhores do ano todo, o que é o mais importante”, finalizou Rublev.

Comentários
Loja - camisetas
Arena BTG