Notícias | Dia a dia
Wild leva virada de 582º do mundo e perde 5ª seguida
18/10/2021 às 17h16

Wild não vence uma partida desde julho e perdeu para rival que nunca havia jogado um challenger

Foto: Arquivo

Buenos Aires (Argentina) - Apesar de ser o sexto cabeça de chave no challenger de Buenos Aires, Thiago Wild não conseguiu passar da primeira rodada do torneio. O número 2 do Brasil e 126º do mundo perdeu de virada para o convidado argentino Mariano Navone, número 582 do ranking, por 3/6, 6/1 e 6/2 em 1h28 de partida.

Esta foi a quinta derrota seguida para Thiago Wild, que não vence uma partida desde julho. Ele ficou dois meses e meio fora do circuito, enquanto tratava de uma lesão no quadril. O problema físico o fez desistir de vários torneios, incluindo os Jogos Olímpicos de Tóquio. Ele retornou às competições na semana passada, em Santiago, e também perdeu na estreia.

Durante o período em que ficou sem jogar, o paranaense de 21 anos foi acusado de violência física e psicológica contra a ex-companheira Tayane Lima, que tem medida protetiva contra o tenista. O caso é investigado pela Polícia do Rio de Janeiro. Wild nega as acusações e se defende dizendo que foi vítima de calúnia e difamação.

Wild acumula 17 vitórias na temporada, mas apenas uma em chaves principais de ATP e mais oito em chaves de challenger. As demais aconteceram em qualificatórios. Em 24 torneios disputados na temporada, ele perdeu na primeira partida em 12 ocasiões.

Algoz de Wild nunca havia disputado um challenger

Algoz de Thiago Wild nesta segunda-feira, Navone nunca havia disputado uma chave principal de challenger em sua carreira profissional. Entretanto, o jovem argentino vive boa temporada em torneios de nível future, com 33 vitórias no ano, sendo 30 em chaves principais. Ele enfrenta o vencedor entre o uruguaio Martin Cuevas e o argentino Francisco Comesana.

Wild começou em vantagem no placar, abriu logo 2/0 e fechou o primeiro set tendo conseguido duas quebras, mas depois disso, pouco fez contra Navone. No segundo set, o brasileiro só fez três pontos no saque do adversário e sofreu duas quebras. Wild continuou sem oferecer resistência nos games de saque do convidado local de 20 anos e também não criou break-points no terceiro set, permitindo duas novas quebras ao argentino.

Monteiro e Meligeni também jogam o torneio
O challenger de Buenos Aires tem mais dois brasileiros. O cearense Thiago Monteiro é o principal cabeça de chave e enfrenta o argentino Hernan Casanova, enquanto o paulista Felipe Meligeni, que vem de um vice-campeonato em Santiago, estreia contra o convidado local Juan Bautista Torres.

Comentários
Loja - camisetas
Arena BTG