Notícias | Dia a dia
Medvedev: 'Dimitrov foi superior a rivais no US Open'
14/10/2021 às 10h11

Indian Wells (EUA) - Embalado após a conquista do US Open, o russo Daniil Medvedev acabou levando uma incrível virada nas oitavas de final do Masters 1000 de Indian Wells, caindo diante do búlgaro Grigor Dimitrov, que se recuperou após perder o primeiro set e ter uma quebra de desvantagem no segundo. Após a eliminação, o número 2 do mundo alegou que as condições da quadra e o grande nível do rival na segunda parte do jogo foram cruciais para o resultado final.

“Há três coisas que quero dizer, porque o tênis não se trata apenas de uma coisa. Em primeiro lugar, não me lembro de ter perdido três games de serviço num mesmo set em quadras duras, muito menos quatro. Isso mostra a lentidão e as condições da quadra, mais parecidas com saibro. Ainda assim, perder quatro vezes o saque é simplesmente inaceitável e por isso que perdi o segundo set”, observou Medvedev.

“Em segundo lugar, sabia que durante o dia era muito mais difícil controlar a bola, especialmente no saque. Foi o que vimos em alguns momentos, em que não consegui colocar no meu primeiro serviço em quadra. É por isso que vinha pedindo para jogar à noite, mas desta vez não foi possível porque tive um dia de folga e quem jogou ontem ia jogar hoje á noite, o que é completamente normal, mas sabia que não iria me beneficiar”, continuou o russo.

Por fim, o cabeça de chave número 1 do torneio elogiou o grande desempenho do rival. “Se Grigor jogar assim como fez depois de estar perdendo por 4/1 (no segundo set), vai ganhar o torneio. Ele jogou a segunda parte da partida melhor do que qualquer um fez contra mim no US Open. Então, novamente, jogando neste nível, eu não o vejo perdendo para ninguém, mas vamos ver o resultado final”, afirmou Medvedev.

Dominado na terceira parcial, o russo viu Dimitrov abrir 5/1, quando esboçou reação e devolveu uma das quebras. “É por isso que eu não deixei a partida completamente, eu sabia que ele também pode ficar tenso às vezes, então precisava continuar pressionando porque ainda queria ganhar a partida, não importa o que tivesse acontecido antes na partida o nos torneios anteriores. Esse é o meu objetivo principal”, contou o russo.

“Tentei colocar essa pressão, fiz o meu melhor. Acho que há alguns pequenos pontos em que eu poderia ter jogado melhor e assim talvez ganhar a partida”, avaliou Medvedev, que ainda não sabe quais serão seus próximos passos no circuito. Inscrito no ATP de Moscou, que acontece na próxima semana, ele revelou sua vontade de jogar em casa, mas também falou no cansaço acumulado na temporada

“Eu me inscrevi porque não jogo lá desde 2018. É minha cidade natal, então eu queria me dar pelo menos uma chance de assinar. O prazo é sexta-feira. Para ser honesto, eu me senti exausto neste torneio, o que é claro que nunca direi antes das partidas. Então, verei nos próximos dias se vou conseguir competir em Moscou, o que realmente quero fazer, mas também preciso cuidar do meu corpo”, finalizou.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva