Notícias | Dia a dia
Kontaveit tem grande atuação e Bia cai nas oitavas
12/10/2021 às 23h20

Kontaveit vive ótima fase no circuito e cedeu apenas dois games

Foto: Jimmie48/WTA

Indian Wells (EUA) - Um dia depois de conquistar a maior vitória de sua carreira, Beatriz Haddad Maia encerrou sua participação no WTA 1000 de Indian Wells. Algoz da número 3 do mundo Karolina Pliskova na terceira rodada, Bia se despediu nas oitavas de final do torneio. A brasileira foi superada pela estoniana Anett Kontaveit, 20ª do ranking mundial, que marcou as parciais de 6/0 e 6/2 em apenas 1h de partida nesta terça-feira.

Bia entrou na chave de Indian Wells como lucky-loser, depois de ter perdido na última rodada do quali e ser beneficiada por três desistências, uma delas da cabeça 29 Nadia Podoroska. Com isso, estreou diretamente na segunda rodada, fase em que superou a egípcia Mayar Sherif em sets diretos, antes de também derrotar Pliskova. A número 1 do Brasil e 115ª do mundo deverá voltar ao top 100 com 140 pontos conquistados em Indian Wells, sendo que ela tem apenas 18 a descartar na semana. A paulista de 25 anos tem como melhor ranking da carreira o 58º lugar.

A campanha de Bia em Indian Wells igualou os resultados de outras brasileiras em torneios equivalentes aos atuais WTA 1000. A primeira a conseguir esse feito foi Patricia Medrado, no saibro de Roma em 1981. Depois, Niege Dias chegou às oitavas de final em Montréal no ano de 1987 e em Roma no ano seguinte. Já em 1990, Andrea Vieira repetiu o feito na capital italiana. Além disso, sua vitória sobre Pliskova foi a maior de uma brasileira no circuito de simples na Era Aberta.

Algoz de Bia nesta terça-feira, Kontaveit vive ótimo momento no circuito. A estoniana de 25 anos já conquistou dois títulos na temporada, um deles recentemente nas quadras duras e cobertas de Ostrava e agora defende uma invencibilidade de nove jogos. Em Indian Wells chegou a eliminar a canadense Bianca Andreescu, atual campeã do torneio. Sua próxima adversária virá do jogo entre a tunisiana Ons Jabeur e a russa Anna Kalinskaya.

Kontaveit foi dominante durante o primeiro set e só perdeu três pontos em seus games de serviço. Ela fazia um jogo muito firme do fundo de quadra, usando bem seu backhand nas cruzadas e conseguia mandar nos pontos, esperando sempre o momento certo para as definições. Além de ter aplicado um 'pneu' no primeiro set, também abriu 3/0 na segunda parcial até que Bia fizesse seus primeiros games. A estoniana seguiu sem ter o saque ameaçado até o final da partida e ainda conseguiria mais uma quebra para definir a disputa.

Comentários
Loja - camisetas
Arena BTG