Notícias | Dia a dia
Jabeur otimiza o calendário para tentar vaga no Finals
12/10/2021 às 02h49

A tunisiana priorizou os torneios norte-americanos de Chicago e Indian Wells

Foto: Jimmie48/WTA

Indian Wells (EUA) - Postulante a uma vaga no WTA Finals, Ons Jabeur decidiu otimizar seu calendário de competições em busca de um lugar no torneio entre as oito melhores da temporada. Atualmente, a tunisiana aparece em nono lugar na corrida para Guadalajara, mas as improváveis presenças de Ashleigh Barty e Naomi Osaka no Finals aumentam suas chances.

Jabeur preferiu concentrar esforços nos torneios norte-americanos e não voltou para casa depois do US Open. Ela teve duas semanas de treino e depois teve uma boa campanha até a final em Chicago. Já em Indian Wells, venceu nesta segunda-feira a norte-americana Danielle Collins por 6/1 e 6/3 para já garantir seu lugar nas oitavas de final.

"A competição é muito acirrada, com todas querendo ir. Como disse em Chicago, estou tentando escolher meus torneios com cuidado. O calendário estava meio bagunçado com poucos torneios na Europa e depois teríamos que voltar aos Estados Unidos", disse Jabeur, durante a entrevista coletiva. "Decidi não voltar para casa depois do US Open. Fiquei o mês inteiro aqui. Tive duas semanas de treinos para me preparar para esses torneios e realmente tentar me classificar para Guadalajara. Esse era o nosso objetivo principal".

"Com o cansaço mental e físico do final da temporada, estou tentando realmente jogar o meu melhor tênis. Nunca joguei tanto num ano. É uma experiência nova para mim. Mas estou feliz que seja uma motivação para o final do ano. Não estou muito longe da vaga. E quero ganhar o máximo que puder para me classificar", avaliou a jogadora de 27 anos e número 14 do mundo. Ela já tem 46 vitórias na atual temporada.

"Eu fiquei em Nova York e tive uma espécie de mini pré-temporada lá para me preparar. Eu sabia que algumas jogadoras logo atrás de mim no ranking foram jogar na Europa, em Ostrava, então foi meio estressante vê-las jogar lá. Mas também por um milagre eu ainda fiquei 9º lugar na corrida. Acho que a melhor escolha que fiz foi ficar e apenas jogar em Chicago. Acho que administramos bem o calendário. Nosso principal objetivo era realmente nos prepararmos para Guadalajara", complementou Jabeur, que enfrenta nas oitavas de Indian Wells a russa Anna Kalinskaya.

Badosa tira Gauff e encara Krejcikova nas oitavas

Outra jogadora garantida nas oitavas é a espanhola Paula Badosa, 27ª do ranking que marcou um duplo 6/2 contra a norte-americana Coco Gauff, jovem de 17 anos e 19ª colocada. A partida teve apenas 54 minutos de duração e Badosa terminou com seis winners, sete erros e enfrentou apenas um break-point. Já Gauff não teve um dia bom e cometeu 28 erros não-forçados. A espanhola agora desafia a tcheca Barbora Krejcikova, cabeça 3 do torneio e já classificada para o Finals, que venceu a norte-americana Amanda Anisimova por 6/2 e 6/3. 

Quem também garantiu um lugar nas oitavas de final foi a australiana Ajla Tomljanovic, 47ª do ranking. Algoz de Garbiñe Muguruza no último sábado, ela manteve o embalo e superou a eslovena Tamara Zidansek por 6/4 e 6/3. Sua próxima rival será a alemã Angelique Kerber, número 15 do mundo e cabeça 10 do torneio. Ela perdeu os dois duelos anteriores contra Kerber no circuito.

Comentários
Loja - camisetas
Arena BTG