Notícias | Dia a dia
Andreescu perde na 3ª rodada e pode deixar o top 40
11/10/2021 às 21h38

Pontos que Andreescu conquistou na edição de 2019 caem no dia 8 de novembro

Foto: Michael Cummo/BNP Paribas Open

Indian Wells (EUA) - Campeã da edição passada do WTA 1000 de Indian Wells, disputado ainda em março de 2019, Bianca Andreescu não chegou nem perto de defender seu título. A canadense, atual número 21 do mundo, parou na terceira rodada do torneio, superada pela estoniana Anett Kontaveit, 20ª colocada, por 7/6 (7-5) e 6/3.

A eliminação precoce terá um impacto direto no ranking, mas só no dia 8 de novembro, quando vão cair esses pontos de Indian Wells. A canadense defendeu apenas 65 dos mil de que precisava e corre o risco de sair do top 40. Com apenas 17 vitórias na temporada e destaque para uma final no WTA 1000 de Miami, ela não sabe voltará a jogar em 2021. "Eu não faço ideia. Ainda não falei com minha equipe".

"Acho que hoje não joguei o meu melhor e também não senti o meu melhor. Mas tive que lidar com o que tinha, e obviamente não foi o suficiente. As condições estavam um pouco difíceis também, com o vento e com o sol. Honestamente, não acho que a Anett jogou seu melhor tênis também, mas ela foi a melhor jogadora hoje", disse Andreescu, que fez cinco duplas faltas na partida e sofreu cinco quebras de serviço.

A derrota desta segunda-feira foi a terceira de Andreescu para Kontaveit, repetindo o que havia acontecido no piso duro de Miami em 2019 e na grama de Eastbourne na atual temporada. "Ela é uma jogadora agressiva, mas é como se a partida na grama fosse definitivamente diferente de hoje. Acho que o jogo dela combina muito bem com a grama e eu ainda sou nova na grama. Definitivamente não é minha superfície favorita, mas tenho certeza que vou ganhar cada vez mais experiência".

"Naquela partida, ela colocou pressão desde o início. Hoje, como eu disse, ela foi a melhor jogadora. Mas acho que nós duas não jogamos nosso melhor. Eu fiz o melhor que pude. É tudo o que posso pedir", explicou a jovem jogadora de 21 anos, ex-número 4 do mundo e campeã do US Open 2019.

Andreescu também foi perguntada sobre o que precisa fazer para voltar a ter resultados consistentes no circuito. "Minha mente está em todo o lugar com muitos pensamentos e opiniões diferentes, mas acho que preciso apenas estar mais na quadra, treinar muito duro e trabalhar em certas coisas. Vocês podem ver vislumbres de mim aplicando muitas das coisas nas quais trabalho na prática, mas não sou consistente, então acho que isso tem a ver com trabalhar mais nos treinos, apenas esperando poder fazer isso com mais frequência nas minhas partidas".

Kontaveit é a próxima adversária de Bia em Indian Wells
Algoz de Andreescu nesta segunda-feira em Indian Wells, Kontaveit está invicta há oito jogos no circuito e vem de título nas quadras duras e cobertas de Ostrava. A estoniana de 25 anos e número 20 do mundo é a próxima adversária da brasileira Beatriz Haddad Maia no torneio. Bia conquistou nesta segunda-feira a maior vitória da carreira, superando a número 3 do mundo e principal favorita Karolina Pliskova por 6/3 e 7/5 para chegar às oitavas de final de um torneio deste porte pela primeira vez na carreira. 

Comentários
Loja - camisetas
Arena BTG