Notícias | Dia a dia
Bia entra como lucky-loser e volta a um WTA 1000
08/10/2021 às 18h16

Bia entra já na segunda rodada e pode cruzar o caminho de Pliskova se vencer

Foto: Arquivo

Indian Wells (EUA) - Apesar de ter caído na rodada final do quali de Indian Wells, Beatriz Haddad Maia conseguiu uma vaga na chave principal e voltará a disputar uma chave principal de WTA 1000. A número 1 do Brasil e 115ª do mundo contou com três desistências, a última delas anunciada nesta sexta-feira pela argentina Nadia Podoroska, que seria a 29ª cabeça de chave. Com isso isso, entrou como lucky-loser no torneio e já na segunda rodada.

Bia enfrentará a egípcia Mayar Sherif, 72ª do ranking, valendo vaga na terceira fase de Indian Wells. O confronto contra a rival de 25 anos é inédito no circuito. Se vencer, Bia fará 65 pontos no ranking enfrentará a tcheca Karolina Pliskova, número 3 do mundo e principal cabeça de chave do torneio, ou a polonesa Magdalena Frech, 106ª colocada.

A última vez que Bia havia disputado uma chave principal de WTA 1000 havia sido em março de 2018, quando ela atuou em Miami. Na ocasião, venceu dois jogos e só seria superada pela então número 5 do mundo Jelena Ostapenko.

A paulista de 25 anos tem como melhor ranking da carreira o 58º lugar, alcançado em setembro de 2017 e igualado no início do ano seguinte. Por ter vencido dois jogos no quali, ela já garante 20 pontos no próximo ranking da WTA, mas ela tem 18 a descontar de seu 16º e último resultado válido. 

Torneio teve mais duas desistências
A chave feminina de Indian Wells teve outras duas desistências. A primeira foi da norte-americana Caty McNally, ainda na última terça-feira, que cedeu a vaga para a italiana Jasmine Paolini. Já no início da rodada desta sexta, a suíça Belinda Bencic anunciou que não jogaria, já que ainda não se recuperou da recente lesão no joelho, dando lugar à eslovaca Kristina Kucova.

Comentários
Loja - camisetas
Arena BTG