Notícias | Dia a dia
Pucinelli sofre virada e cai na estreia em Santiago
05/10/2021 às 14h32

Pucinelli está com o melhor ranking da carreira e vinha de boa campanha em Lima

Foto: Arquivo

Santiago (Chile) - Primeiro brasileiro a entrar em quadra pelo challenger de Santiago, Matheus Pucinelli foi eliminado ainda na rodada de estreia de competição. O jovem paulista de 20 anos e 315º do ranking até começou à frente, mas perdeu para o francês vindo do quali Alexis Gautier, 349º colocado, por 4/6, 6/1 e 6/3 em 2h22 de partida nesta terça-feira.

Pucinelli está com o melhor ranking da carreira e vinha de uma boa participação no challenger de Lima, onde chegou a eliminar o principal cabeça de chave do torneio, o argentino Francisco Cerundolo. Ele iniciou o ano ocupando apenas o 679º lugar do ranking, mas saltou mais de 300 posições em uma temporada com 65 vitórias no circuito, considerando todos os níveis de competição.

Sakamoto abandona, Meligeni joga ainda nesta terça
Algoz de Pucinelli no torneio, Gautier já havia derrotado o gaúcho Rafael Matos durante o qualificatório. O francês agora enfrenta o argentino Francisco Cerundolo, cabeça 2 na semana e 109º do ranking, que venceu o colombiano Cristian Rodriguez por 6/3, 3/6 e 6/2. Rodriguez entrou como lucky-loser no lugar do brasileiro Pedro Sakamoto, que desistiu do torneio por lesão nas costas, mesmo problema que o havia feito abandonar uma partida em Lima.

Dessa forma, o último brasileiro na chave passa a ser o paulista Felipe Meligeni, que estreia ainda nesta terça-feira. Cabeça 8 em Santiago e 205º do ranking, ele enfrenta o chileno Gonzalo Lama, número 326 do mundo, em confronto inédito no circuito profissional.

Pucinelli criou oito break-points durante o 1º set

O jogo desta terça-feira começou melhor para o Gautier, que conseguiu uma quebra logo de cara. No entanto, Pucinelli exercia pressão constante sobre o saque do francês, criando diversas oportunidades de quebra em games distintos. Apenas no sexto break-point que teve, já no oitavo game da partida, o brasileiro conseguiui buscar o empate. Pouco depois, voltou a quebrar o serviço do francês, terminando o set com quatro games seguidos e oito break-points criados.

No segundo set, Pucinelli teve dificuldades com o saque e venceu apenas 11 pontos em 28 disputados em seus games de serviço. Quando dependeu do segundo saque, fez só um ponto em seis. Com isso, permitiu ao rival conquistar três quebras, além de não ter aproveitado as duas oportunidades que criou.

O terceiro set foi de maior domínio dos sacadores, especialmente Gautier, que cedeu apenas cinco pontos em seus games de serviço e não aproveitou break-points. O francês aproveitou a única chance de quebra que teve para definir a disputa.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva