Notícias | Dia a dia
Muguruza vence e terá ótima semi com Vondrousova
01/10/2021 às 16h17

Vondrousova venceu Collins nas quartas e disputará sua quarta semifinal do ano

Foto: Jimmie48/WTA

Chicago (EUA) - Favorita em sua partida das quartas de final do WTA 500 de Chicago, Garbiñe Muguruza encarou um bom teste nesta sexta-feira. Segunda cabeça de chave do torneio e número 9 do mundo, a espanhola foi desafiada pela japonesa Mai Hontama, 200ª do ranking e vinda do quali, e marcou as parciais de 6/3 e 6/2 em 1h40 de partida.

O principal desafio para Muguruza na partida contra Hontama foi ter uma encarado uma rival muito consistente do fundo de quadra e que não dava nada de graça, fazendo sempre a espanhola ter que jogar uma bola a mais e ter paciência na construção dos pontos. A ex-líder do ranking fez 13 a 5 na estatística de winners e cometeu 15 erros contra 17 da rival.

"Ela era como uma máquina, lutava muito, e eu precisava de resiliência e espírito de luta dentro da quadra. Acho que eu precisava sempre colocar uma bola a mais em quadra do que ela. Você tem que igualar o nível de sua adversária e depois tentar melhorar. Fico muito feliz por ter conseguido fazer isso, o primeiro set foi muito duro. E depois, quebrar o saque dela no começo do segundo set me deu mais confiança", avaliou a espanhola, que conseguiu sete quebras de serviço na partida.

Vencedora de oito torneios no circuito, incluindo dois Grand Slam, Muguruza tenta alcançar a 16ª final da carreira e a quarta na temporada. Em 2021, a espanhola de 27 anos foi campeã do WTA 1000 de Dubai e ficou com o vice em dois WTA 500, nas quadras duras de Doha e Melbourne.

Vondrousova virou o jogo contra Collins nas quartas
A adversária de Muguruza na semifinal deste sábado será a tcheca Marketa Vondrousova, canhota de 22 anos e 41ª do ranking, que venceu de virada a norte-americana Danielle Collins, cabeça 10 do torneio e 28ª colocada, por 6/7 (4-7), 6/0 e 7/6 (7-3) em 2h32 de partida neste sábado. A espanhola venceu o único duelo anterior contra Vondrousova, disputado no início deste ano na Austrália.

Apesar de Vondrousova estar longe de seu melhor ranking, tendo alcançado o 14º lugar em julho de 2019, a tcheca vem de bons resultados recentes. Destaque para a medalha de prata nos Jogos Olímpicos de Tóquio e para a semifinal no WTA de Luxemburgo. Será sua quarta semifinal só este ano. Ela tem apenas um título de WTA, conquistado nas quadras duras e cobertas de Bienne, na Suíça, em 2017, mas busca a sexta final da carreira.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva