Notícias | Dia a dia
Ruud faz valer melhor fase e tira Murray nas oitavas
30/09/2021 às 23h32

Ruud vive o melhor momento da carreira aos 22 anos e já venceu quatro torneios no ano

Foto: Peter Staples/ATP

San Diego (EUA) - No encontro entre Andy Murray e Casper Ruud pelas oitavas de final do ATP 250 de San Diego, a boa fase do jovem norueguês de 22 anos fez a diferença. Vivendo o melhor momento da carreira, com quatro títulos no ano, o número 10 do mundo superou o ex-líder do ranking por 7/5 e 6/4 em 1h49 de partida.

Segundo cabeça de chave em San Diego, Ruud marcou sua 44ª vitória na temporada, mas apenas a 14ª no piso duro. Garantido nas quartas de final em San Diego, ele enfrenta o italiano Lorenzo Sonego, 23º do ranking, que derrotou o norte-americano Sebastian Korda por 6/4 e 6/3. O norueguês venceu o único duelo anterior contra Sonego no circuito, disputado no Masters 1000 de Roma, em quadras de saibro, no ano passado.

Já Murray segue sem conseguir vencer adversários do top 10 este ano. Diante de Ruud fez sua quarta tentativa na atual temporada. Sua vitória mais recente contra um adversário deste nível foi sobre Alexander Zverev, no Masters 1000 de Cincinnati no ano passado. O veterano de 34 anos aparece atualmente no 109º lugar do ranking mundial. Ele tem nove vitórias em ATP e mais cinco em challengers em 2021. Na estreia em San Jose, bateu o norte-americano Denis Kudla.

Primeiro set com 1h04 de duração
O set inicial teve 1h04 de duração e foi marcado por ralis longos, o que já era esperado pelos estilos de jogo dos tenistas e também pelo fato das condições da quadra em San Diego não estarem tão rápidas. Murray foi o primeiro a quebrar e liderou por 3/1, mas não demorou a perder a vantagem, já que vinha enfrentando break-points em diferentes games de serviço até permitir o empate por 3/3.

Depois disso, Ruud não correria mais riscos no saque até o fim do set. Já Murray colocou poucos primeiros serviços em quadra justamente quando já perdia por 6/5. Além disso, errou um voleio para ficar com 15-30. O norueguês soube aproveitar a oportunidade e definiu o set com uma ótima passada.

Ruud ganhou confiança e conseguiu uma nova quebra no início do segundo set para já abrir 3/0 no placar. Apesar de ter enfrentado dois games longos em seu serviço, ele não enfrentou break-points naquele momento e chegou a ter 4/2 no placar. Com muito apoio da torcida, Murray devolveu a quebra no sétimo game, mas voltaria a perder o serviço logo depois. Ruud perdeu a chance de sacar para o jogo, mas novamente o britânico não conseguiu igualar a disputa, muito por conta do desempenho no saque. Ele só colocou 44% de primeiros serviços em quadra durante a parcial, possibilitando três quebras ao rival.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva