Notícias | Copa Davis
Duplas ganham no sufoco e Brasil bate Líbano
19/09/2021 às 08h19

Kounieh (Líbano) - Num jogo decidido apenas no tiebreak do terceiro set, o tênis brasileiro confirmou seu favoritismo, venceu a partida de duplas do confronto e eliminou o Líbano fora de casa pelo Grupo Mundial I da Copa Davis. Com esse resultado, o tênis brasileiro deverá figurar entre os oito países classificados para o qualificatório do Grupo Mundial principal em fevereiro de 2022.

Os gaúchos Marcelo Demoliner e Rafael Matos, que estreou em competições da Davis, sofreram para derrotar os pouco experientes Hady Habib e Benjamin Hassan, num duelo que se estendeu por 2h19 e foi decidido por margem mínima de dois pontos, com o placar de 6/2, 3/6 e 7/6 (7-5). No sábado, Orlando Luz e Felipe Meligeni não perderam sets nos jogos de simples iniciais.

Apesar da vitória por 4 a 0 no har-tru libanês, o Brasil ainda terá de aguardar confirmação de sua vaga no quali do Mundial para 2022. Isso porque o regulamento mudou. O Grupo Mundial I tem 12 confrontos e as oito equipes vencedoras que tiverem melhor ranking na Davis entram direto para o playoff de março. As outras duas vagas serão decididas em confrontos de novembro entre as outras quatro de pior ranking, que será publicado nesta segunda-feira pela Federação Internacional.

No momento, o Brasil é 26º do ranking e estaria entre as cinco nações mais bem pontuadas entre as que já garantiram vaga: Japão, Ucrânia, Finlândia, Eslováquia, Noruega e Coreia do Sul. Outros quatro confrontos terminarão neste domingo, com favoritismo da Argentina contra Belarus. No momento, Bolívia lidera contra Bélgica. Uruguai perde para os Países Baixos e Romênia e Portugal empatam. Essa mudança acontece porque em 2022 o Grupo Mundial cai de 18 para 16 participantes.

Libaneses surpreendem
Apesar do ranking amplamente superior, a dupla brasileira precisou lutar muito na partida deste domingo. Demoliner é o atual 53º e Matos, o 73º, enquanto Hassan é apenas 567º e Habib, 1.176º. Depois do domínio esperado no primeiro set, Demoliner sofreu quebra inesperada no segundo, devido às ótimas devoluções dos adversários. Os libaneses ainda tiraram o serviço de Matos no começo do terceiro set, mas o time brasileiro conseguiu reagir no oitavo game e empatar o placar. A experiência foi crucial no tiebreak decisivo.

Com o placar já definido, o capitão Jaime Oncins promoveu a estreia do paulista Matheus Pucinelli. Ele enfrentou o reserva local Roey Tabet e venceu com facilidade, pelo placar de  6/0 e 6/1,

Comentários