Notícias | Dia a dia
Samsonova volta a superar Bencic para fazer semi
17/09/2021 às 18h25

Samsonova já havia derrotado Bencic na final de Berlim, na grama

Foto: Luxembourg Open

Luxemburgo (Luxemburgo) - Pela segunda vez na temporada, a russa Liudmila Samsonova foi responsável por eliminar Belinda Bencic de um torneio. Depois de ter levado a melhor na final de Berlim, em quadras de grama, Samsonova também avançou à semi no WTA 250 de Luxemburgo, em quadras duras e cobertas. A russa de 22 anos e 48ª do ranking derrubou a número 12 do mundo ao marcar 6/1 e 6/4 em apenas 1h14 de partida.

Até hoje a única final da carreira de Samsonova foi justamente na surpreendente campanha na capital alemã, em que ela saiu do quali e foi campeã derrotando grandes nomes pelo caminho. Na ocasião, ela até ganhou um convite para a chave principal de Wimbledon, como forma de reconhecimento, e chegou às oitavas no Slam londrino. A jovem jogadora russa está atualmente com o melhor ranking da carreira.

Para superar Bencic mais uma vez no ano, Samsonova contou com seu tênis agressivo e bem adaptado às condições mais rápidas. Ela tinha o controle dos pontos e comandava as ações do fundo de quadra. No segundo set, mesmo quando Bencic tentou usar algumas variações, especialmente nas devoluções com slices, a russa continuou cuidando muito bem de seu saque e terminou a partida sem sofrer quebras.

A adversária de Samsonova na semifinal será outra jogadora agressiva e de golpes potentes, Jelena Ostapenko. Atual campeã em Luxemburgo e número 30 do ranking, a letã derrotou a francesa Alizé Cornet por 7/6 (8-6) e 6/2. Ostapenko tem quatro títulos na carreira, um deles na grama de Eastbourne este ano. Ela venceu o único duelo anterior contra a russa, válido pelo Australian Open de 2020.

Tauson, de 18 anos, desafia Vondrousova
Do outro lado da chave, a jovem dinamarquesa de 18 anos Clara Tauson avançou à semifinal depois de vencer a tcheca Marie Bouzkova por 6/3 e 6/2. Tauson, atual 70ª do ranking, já tem um título de WTA 250, conquistado no início da temporada em Lyon, também em quadras sintéticas e cobertas.

A adversária da dinamarquesa na semi será a tcheca Marketa Vondrousova, canhota de 22 anos e 35ª do ranking, em confronto inédito no circuito. Vondrousova foi a responsável por eliminar a belga Elise Mertens, cabeça 2 na semana, com parciais de 7/5 e 6/2. A tcheca reverteu um placar de 3/5 na primeira parcial, chegando a salvar dois set-points, e ainda fez cinco games seguidos no segundo set. Ela liderou nos winners por 24 a 23 e cometeu 15 erros contra 19 de Mertens.

Apesar de Vondrousova ter apenas um título de WTA, conquistado ainda em 2017, a tcheca tenta alcançar sua sexta final na carreira e tem no currículo um vice-campeonato de Roland Garros em 2019 e a medalha de prata nos Jogos Olímpicos de Tóquio na atual temporada.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva