Notícias | Dia a dia
Harris: 'Hora dos jovens chutarem o Big 3 para fora'
16/09/2021 às 11h44

Nova York (EUA) - Depois de fazer uma boa campanha no US Open, chegando até as quartas de final, quando parou no alemão Alexadner Zverev, o sul-africano Lloyd Harris viu com bons olhos a conquista do russo Daniil Medvedev, batendo o sérvio Novak Djokovic para conquistar seu primeiro título de Grand Slam. Ele acredita que o momento seja de troca de gerações.

“Tem sido difícil para a geração mais jovem simplesmente entrar nos Grand Slams, mas é uma coisa que já está se desenhando”, disse Harris, de 24 anos e atual número 31 do mundo. “Novak estava imparável até este último jogo, só que acabou se deparando com um adversário extremamente difícil naquele dia. Daniil jogou um tênis muito bom. Ele meio que reflete essa nova geração”.

O sul-africano destacou não apenas o título de Medvedev, mas também a conquista de Zverev em Tóquio no início deste ano, onde ele também derrotou o número 1 do mundo. “Teve Zverev ganhando a medalha de ouro e depois Cincinnati, Medvedev ganhando também em Toronto, então esta geração jovem está realmente chegando”, observou Harris.

“Se você olhar para os 50 melhores agora, acho que há mais jovens lá do que nos últimos 20 anos. Vimos Felix (Auger-Aliassim) ter uma tremenda campanha no US Open, assim como (Hubert) Hurkacz, que venceu o Masters 1000 de Miami, e (Casper) Ruud conquistando três títulos. Esta nova geração está muito bem e esses são os caras com quem eu cresci”, falou o sul-africano.

Harris inclusive não mediu palavras ao comentar a troca de gerações e foi enfático ao falar sobre o momento do circuito. “Eu conheço esses caras há muito tempo, já fomos competitivos nos juniores e é bom ver todos nós progredindo. Acho que agora é hora de chutar para fora aquele Big 3 e deixar a geração mais jovem assumir”.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva