Notícias | Dia a dia
Campeã em NY, Raducanu salta 127 posições na WTA
13/09/2021 às 09h37

Miami (EUA) - Depois de viver três semanas dos sonhos, furando o quali do US Open e depois conquistando o título do torneio, o primeiro de sua carreira, com 10 vitórias consecutivas todas em sets diretos, a britânica Emma Raducanu, de apenas 18 anos, viu a incrível campanha lhe render 127 colocações no ranking, num salto que a colocou no top 100 pela primeira vez e já indo ao 23º lugar.

Raducanu é agora a segunda mais nova no top 50, ficando atrás apenas da norte-americana Coco Gauff, de 17 anos, que estreou no top 20 ao alcançar o 19º lugar nesta semana, e a terceira no top 100, faixa na qual também está a dinamarquesa Clara Tauson (70ª), apenas um mês mais nova que a colega britânica.

Vice-campeã em Nova York e outra jovem promissora no circuito, a canadense Leylah Fernandez também deu um belo salto no ranking, só que um pouco mais comedido do que Raducanu. A tenista de 19 anos entrou para o top 30 pela primeira vez, ganhou 45 lugares na WTA e aparece agora no 28º posto.

Na contramão de Fernandez, a compatriota Bianca Andreescu foi quem mais sofreu entre os principais nomes do circuito. A canadense de 21 anos, que defendia os pontos pela conquista do US Open de 2019 e que neste ano não passou das oitavas de final, despencou 13 colocações e por pouco não deixou o top 20, caindo justamente para a 20ª posição.

Também perdeu bastante terreno a norte-americana Serena Williams, que desceu 19 lugares e agora é a 41ª do mundo. A caçula das irmãs Williams não tinha um ranking tão baixo desde o começo de julho de 2018, quando era a 181ª do mundo e estava no processo de retorno após dar a luz a sua primeira filha.

Comentários
Loja - camisetas
Torneio Teodózio