Notícias | Dia a dia | US Open
Após 1ª semi, Aliassime sente que está no caminho certo
11/09/2021 às 14h51

Aliassime disputou sua primeira semifinal de Grand Slam e terá o melhor ranking da carreira

Foto: Darren Carroll/USTA

Nova York (EUA) - Apesar da frustração pela derrota na semifinal do US Open, Felix Auger-Aliassime tem a comemorar a melhor campanha de sua carreira em um torneio do Grand Slam. Superado pelo número 2 do mundo Daniil Medvedev, o canadense de 21 anos e treinado por Toni Nadal acredita estar no caminho certo e em busca de feitos ainda maiores no circuito. Em Nova York, ele também ganhou o prêmio de esportividade do US Open, ao lado da número 1 da WTA Ashleigh Barty.

"Estou feliz com o nível que tenho jogado e com os resultados que obtive. Foi uma semana positiva. Por mais que eu quisesse vencer e não tenha conseguido. Agora preciso aceitar a realidade, que eu perdi o jogo e que posso fazer melhor. Mas as coisas estão indo na direção certa", disse Aliassime, após a derrota por 6/4, 7/5 e 6/2 para Medvedev na última sexta-feira em Nova York.

"Sinto que estou jogando bem durante toda a temporada. E mesmo quando eu não tinha os resultados que queria, continuei acreditando que estava jogando um bom tênis. Agora sinto que estou na posição que queria estar no início do ano. Preciso continuar no caminho certo e depois ir um pouco mais longe. Agora vou tentar forçar e manter o foco no meu jogo, tentando jogar melhor e fazer boas partidas em todos os torneios", acrescentou o canadense, que deve assumir o 11º lugar do ranking após o US Open.

Aliassime lamentou as oportunidades perdidas na partida, especialmente na segunda parcial, em que liderou por 5/2 e perdeu dois set-points. "Acho que Daniil foi o melhor jogador hoje em quadra, com certeza. Tive de jogar no meu melhor nível e precisaria ser ainda melhor se quisesse ter chance de ganhar hoje. Eu não fiz isso por tempo suficiente. Ele não me deu muitas chances. Senti que estava com 5/2 e jogando o melhor que podia, chegando nas bolas quando precisava e variando os saques e voleios. É uma pena que não consegui fechar o segundo set".

"Contra um jogador assim, você realmente não tem espaço para errar ou perder o foco. Foi o que fiz no final do segundo set. Ele se aproveitou disso e eu não tive outra chance depois disso. Achei que ele sacou incrivelmente bem. Até o final do segundo set, acho que joguei bem. Mas ele estava ainda melhor".

Comentários