Notícias | Dia a dia | US Open
Raducanu faz história e pode quebrar jejum britânico
10/09/2021 às 09h16

Nova York (EUA) - Primeira jogadora a sair do qualificatório direto para uma final de Grand Slam desde o começo da Era Aberta, a jovem Emma Raducanu pode fazer ainda mais história neste US Open, quebrando um enorme jejum do tênis feminino britânico nos quatro principais torneios do circuito.

No mesmo palco que o compatriota Andy Murray quebrou um jejum de 77 anos sem um título britânico em Slam entre os homens, Raducanu pode se tornar a primeira mulher do país a conquistar um título deste porte desde 1978, quando Virginia Wade levantou a taça de Wimbledon.

A própria Wade também foi a última britânica a triunfar no US Open, faturando o título em 1976. Ela é uma das apenas três britânicas campeãs de Grand Slam da Era Aberta, tendo também faturado o Australian Open de 1972. As outras duas são Ann Haydon-Jones, campeã de Wimbledon em 1969, e Sue Barker, que venceu Roland Garros em 1976.

Comentários