Notícias | Dia a dia | US Open
Raducanu tinha voo marcado para depois do quali
09/09/2021 às 12h41

Nova York (EUA) - Sensação da chave feminina do US Open, a jovem britânica Emma Raducanu vem surpreendendo a todos na competição. Vinda do qualificatório, a tenista de apenas 18 anos não perdeu um set sequer em toda sua campanha, mas ela mesmo sequer acreditava que teria chance de ir tão longe no Grand Slam norte-americano.

“A verdade é que não esperava estar aqui de jeito algum, tanto que tinha reservado o voo de volta ao meu país para depois do qualificatório”, contou Raducanu, que derrubou a campeã olímpica Belinda Bencic nas quartas de final e terá agora pela frente nas semifinais a grega Maria Sakkari.

+ Raducanu segue brilhando, vence Bencic e vai à semi
+ 'Tenho fome de vencer a cada jogo', afirma Raducanu

“Mas agora estou mostrando que tudo é possível se você acreditar. Aproveito cada jogo e entro em quadra pronta para me divertir, sabendo que pode ser minha última partida no Arthur Ashe este ano. Para mim é fundamental manter a rotina e aquele piloto automático que uso quando participo de torneios, isso me ajuda a manter o foco”, observou a jovem britânica.

Raducanu ocupa atualmente apenas a 150ª colocação no ranking e dará um salto de quase 100 posições com o enorme desempenho neste US Open. Ela não apenas vai debutar no top 100 depois do Grand Slam norte-americano, mas está bem perto do top 50, subindo provisoriamente para o 51º posto. A britânica deverá ser 31ª se for para a final e 19ª se conquistar o título.

Comentários