Notícias | Dia a dia | US Open
Sakkari vê chances iguais para todas semifinalistas
09/09/2021 às 11h15

Nova York (EUA) - Última a garantir vaga nas semifinais na chave feminina do US Open, a grega Maria Sakkari acredita que todas as tenistas que alcançaram a penúltima fase do torneio têm chances iguais de conquistar o título. Ela também não se vê favorita contra a jovem britânica Emma Raducanu, apesar de ser bem mais experiente do que a rival de apenas 18 anos.

“Não me consideraria favorita, acho que todas temos chances iguais de vencer as semifinais e depois de ganhar o título. Eu daria 25% para cada uma começando amanhã, depois 50% para as finalistas”, comentou a grega, que diz estar mais madura do que antes. “Acho que cada jogador tem um momento diferente de desenvolvimento e agora é provavelmente a minha vez”, disse Sakkari.

“Cheguei tarde ao circuito, não fui uma boa juvenil, não era uma estrela quando tinha 18 ou 19 anos. Tive que trabalhar e sacrificar muito da minha vida, mas agora está valendo a pena e estou muito feliz por, aos 26 anos, poder alcançar esses resultados”, complementou a atual número 18 do mundo, que está subindo provisoriamente para o 13º lugar e será top 10 se for à final.

Sakkari destacou o grande desempenho nos games de serviço, cedendo apenas oito pontos à rival. “Saquei muito bem. Estou muito feliz por ter conseguido administrar meu nível de estresse e minhas expectativas. Principalmente no final da partida, foi muito difícil fechar, mas acho que me saí muito bem”, avaliou a grega, que espera jogo duro com Raducanu na semi.

“É uma nova jogadora no circuito, então não sei muito sobre ela. Obviamente, está tendo o torneio de sua vida, merece estar aqui e ganhou todas essas partidas. Estou animada para o duelo”, comentou Sakkari, que também fez semi em Roland Garros este ano. “Consegui fazer isso de novo e não foi sorte, pois venci todas essas boas jogadoras e isso me dá muita confiança”, finalizou.

Comentários