Notícias | Dia a dia | US Open
Krejcikova rebate Muguruza e diz ter sido humilhada
08/09/2021 às 10h54

Nova York (EUA) - Derrotada nas quartas de final do US Open pela bielorrussa Aryna Sabalenka, a tcheca Barbora Krejcikova falou pela primeira vez sobre o ocorrido com a espanhola Garbiñe Muguruza na rodada anterior, quando pediu atendimento médico no final do segundo set e alongou ao máximo as pausas entre os pontos na reta final da partida.

Muguruza disparou contra a atual campeã de Roland Garros, que tratou de rebater a espanhola. “Eu só sei o que ela me disse junto à rede e não vi o que falou depois”, começou Krejcikova, que ouviu a adversária dizer, no cumprimento após o final do jogo, que ela não foi profissional.

“Eu diria que acho muito negativo o que ela falou, mas é assim que as coisas são. Só não esperava ser acusada assim. Sinto agora que fui realmente humilhada por uma campeã de Grand Slam que eu mal conheço”, afirmou a tcheca de 25 anos e atual número 9 do mundo.

"Foi duro e estou triste com isso porque, para ser honesta, quando eu saí da quadra, demorei na verdade uma hora para chegar ao vestiário. Eu estava muito mal, com fortes cólicas. Nunca experimentei algo assim”, complementou Krejcikova.

A tcheca contou estar esgotada após a derrota para Sabalenka e que pretende administrar melhor o calendário no próximo ano para não chegar tão cansada na reta final. “Vi em algum lugar que joguei 104 ou 105 partidas. Não esperava jogar tanto, em tão alto nível e ser uma top 10. Tudo isso é muito positivo, mas preciso me programar melhor para 2022”, observou.

Comentários