Notícias | Dia a dia | US Open
Aliassime conta com desistência e faz semi inédita
07/09/2021 às 23h34

Aliassime é o primeiro jogador nascido a partir de 2000 a disputar uma semi de Slam

Foto: Andrew Ong/USTA

Nova York (EUA) - Um jogo de muito potencial pelas quartas de final do US Open foi precocemente abreviado nesta terça-feira. O canadense Felix Auger-Aliassime estava em vantagem no placar contra o espanhol Carlos Alcaraz, jovem de 18 anos e 55º do ranking, e liderava por 6/3 e 3/1 quando o jovem rival abandonou por conta do desgaste acumulado pelas duas últimas rodadas. Alcaraz vinha de duas vitórias em cinco sets, contra o número 3 do mundo Stefanos Tsitsipas na terceira rodada e diante do alemão Peter Gojowczyk nas oitavas.

Aliassime, de 21 anos e número 15 do mundo, é o primeiro jogador nascido a partir de 2000 a disputar uma semifinal de Grand Slam. Também se torna o primeiro homem de seu país em uma semi de US Open. O canadense já havia feito uma boa campanha na grama de Wimbledon, onde chegou às quartas. Sua melhor marca no US Open havia sido a chegada às oitavas de final no ano passado.

Em busca da vaga em sua primeira final de Grand Slam na carreira, Aliassime desafia o número 2 do mundo Daniil Medvedev. Eles se enfrentaram apenas uma vez, no Masters 1000 de Toronto de 2018, com vitória do russo apenas no tiebreak do terceiro set. Medvedev disputará sua terceira semifinal seguida no US Open, com destaque para o vice-campeonato em 2019. O russo de 25 anos também foi vice no Australian Open desta temporada.

"É uma marca incrível e foi um torneio fantástico para mim. É claro que foi um final estranho hoje. Mas terei a chance de jogar na sexta-feira contra um dos melhores jogadores do mundo e lutar para alcançar minha primeira final de Grand Slam. É incrível, estou feliz por ter passado e vou tentar ganhar o próximo jogo", disse Aliassime, em sua entrevista na quadra.

"Eu não havia percebido nada de errado até ele chamar o fisioterapeuta. Não sei o que aconteceu, mas é claro que é uma pena. Eu não esperava. Ele é um jogador muito bom. Eu pensei que estávamos fazendo um bom espetáculo para o público", complementou o canadense, que é treinado por Toni Nadal.

Desde os primeiros games da partida desta terça-feira, Aliassime teve total controle das ações. Afinal, corria pouquíssimos riscos em seus games de serviço, definindo rapidamente os pontos, e apresentava um jogo mais sólido que o de seu adversário do fundo de quadra. O canadense conseguiu uma quebra em game muito longo para fazer 4/2 no placar e não havia enfrentado nenhum break-point até o momento de sacar para o set. Liderando por 5/3, escapou de um 0-40 e definiu a parcial.

Logo na abertura do segundo set, Aliassime conseguiu mais uma quebra de serviço e já fez 2/0 no placar. Alcaraz chamou o fisioterapeuta e novamente escapou de break-points antes de finalmente confirmar o serviço. O canadense ainda faria mais um game antes da desistência de seu adversário. Aliassime fez 8 a 1 em aces, 15 a 9 em winners, e cometeu o mesmo número de erros que seu adversário, 16 no total. O tenista de 21 anos aproveitou duas de suas sete chances de quebra na partida.

Comentários