Notícias | Dia a dia | US Open
Krejcikova supera oscilações e volta a bater Muguruza
06/09/2021 às 02h12

Krejcikova agora desafia Sabalenka em busca de uma vaga na semifinal

Foto: Darren Carroll/USTA

Nova York (EUA) - A primeira experiência de Barbora Krejcikova em uma sessão noturna do US Open no Arthur Ashe Stadium terminou com resultado positivo para a tcheca. Atual campeã de Roland Garros e número 9 do mundo, Krejcikova passou por altos e baixos e sofreu com problemas físicos na partida contra a espanhola Garbiñe Muguruza, décima colocada, mas conseguiu vencer com parciais de 6/3 e 7/6 (7-4) em 1h53 de jogo para chegar às quartas de final em Nova York.

Krejcikova está disputando a chave principal de simples do US Open pela primeira vez na carreira já aos 25 anos, e ocupa uma posição entre as dez melhores jogadoras do mundo. A tcheca, que começou a se destacar no circuito de duplas, só entrou no top 100 de simples em outubro do ano passado e teve rápida evolução. Além de ter conquistado o Grand Slam francês, ela venceu dois torneios da WTA em Praga e Estrasburgo, e também foi finalista do WTA 1000 de Dubai.

Esta foi a segunda vitória seguida de Krejcikova sobre Muguruza no verão norte-americano. Elas se enfrentaram há duas semanas em Cincinnati e a tcheca venceu em três sets. Antes disso, protagonizaram a final de Dubai, vencida por Muguruza. A tcheca agora enfrenta a bielorrussa Aryna Sabalenka, número 2 do mundo, para quem perdeu no único duelo anterior.

Partida teve altos e baixos e tcheca chegou a vencer 6 games seguidos
O duelo entre Krejcikova e Muguruza começou com games rápidos, com as duas jogadoras batendo reto na bola e partindo para a definição dos pontos com poucas trocas de bola. A tcheca começou muitíssimo bem e abriu 3/0, vencendo 12 dos 14 primeiros pontos disputados na partida. Veio então o melhor momento da espanhola no primeiro set, em que ela venceu três games seguidos e ainda teve um break-point para passar à frente no sétimo game. A oportunidade perdida custou caro para Muguruza, que permitiu uma quebra de zero e viu a tcheca fechar o set logo depois.

Krejcikova continuou dominando as ações e conseguiu duas novas quebras para abir 4/0 no segundo set, chegando a vencer seis games seguidos na partida. Durante as trocas mais longas, conseguia atrapalhar o ritmo de Muguruza com alguns slices, esperando a hora certa de atacar. O jogo parecia controlado para a tcheca, mesmo quando Muguruza devolveu uma das quebras. Mas a espanhola ganhou muita confiança quando reverteu um 0-40 no saque e diminuiu o placar para 4/3, já não errando mais nada. A ex-número 1 voltaria a quebrar e virou o set para 5/4. No game seguinte, mais pressão para cima da tcheca, que salvou três set-points e confirmou o saque. Em um dos set-points, a espanhola errou uma devolução de segundo serviço.

Atendimento no fim do jogo e Krejcikova saiu de quadra amparada

Quando Muguruza vencia por 6/5, Krejcikova recebeu atendimento médico, primeiro em quadra e depois nos vestiários, apresentando um desconforto na região abdominal e dificuldade para respirar. Além da fisioterapeuta, o médico do torneio também acompanhou a tenista.

De volta à quadra, a tcheca fez um bom game de serviço, atacando as paralelas com o backhand, e forçou o tiebreak. Bem mais consistente do fundo de quadra, Krejcikova começou muito firme no tiebreak e abriu 3-0, chegando a liderar por 5-2. A espanhola até diminuiu para 5-4, mas não conseguiu buscar o empate. Fisicamente desgastada, a tcheca comemorou timidamente a vitória e saiu da quadra amparada pelos médicos.

Comentários