Notícias | Dia a dia | US Open
Stefani vence em 3 sets no Ashe e chega às oitavas
05/09/2021 às 19h26

Stefani e Dabrowski enfrentam dupla ucraniana na próxima rodada

Foto: Manuela Davies/USTA

Nova York (EUA) - O domingo de muita chuva em Nova York acabou possibilitando uma experiência inédita na vida de Luísa Stefani. A brasileira teve sua partida da segunda rodada de duplas do US Open transferida para o Arthur Ashe Stadium, maior estádio de tênis do mundo, e conseguiu vencer ao lado da canadense Gabriela Dabrowski. Elas superaram a croata Petra Martic e a norte-americana Shelby Rogers por 6/4, 6/7 (5-7) e 7/6 (7-3) em 2h24 de partida.

Stefani e Dabrowski vivem ótimo momento no circuito de duplas e disputaram três finais seguidas nos eventos preparatórios para o US Open, com título em Montréal e vice-campeonatos em San Jose e Cincinnati. Outro torneio em que elas jogaram juntas foi o WTA 500 de Ostrava, no fim do ano passado, quando também chegaram à decisão.

Garantidas nas oitavas de final, Stefani e Dabrowski agora enfrentam as ucranianas Marta Kostyuk e Dayana Yastremska já nesta segunda-feira, por volta de 14h00. Esta é apenas a segunda participação de Luísa Stefani no US Open, sendo que no ano passado ela chegou às quartas de final ao lado de Hayley Carter.

Apesar de ter atingido as quartas em 2020, Stefani já não precisa mais se preocupar com defesa de pontos no ranking. A última edição teve pontuação reduzida por ter menos duplas inscritas no torneio, em função da pandemia. A atual 17ª colocada havia feito 215 pontos no torneio do ano passado, mas já supera essa marca com os 240 deste ano, que apenas igualam seu último resultado válido. Ela inclusive já vai ganhar a posição da norte-americana Nicole Melichar, que tinha mais pontos a defender.

Campeãs olímpicas não passaram da estreia 
Cabeças de chave número 5 do US Open, Stefani e Dabrowski só podem enfrentar uma dupla melhor ranqueada a partir de uma possível semi contra a belga Elise Mertens e a taiwanesa Su-Wei Hsieh, atuais campeãs de Wimbledon e principais cabeças de chave em Nova York. A brasileira e a canadense estavam no mesmo quadrante das cabeças 4 Nicole Melichar e Demi Schuurs, que perderam na primeira rodada.

Do outro lado da chave, as tchecas Barbora Krejcikova e Katerina Siniakova, atuais campeãs olímpicas, também já caíram na estreia. Já as japonesas Shuko Aoyama e Ena Shibahara são cabeças 3 e têm uma terceira rodada dura contra Samantha Stosur e Shuai Zhang, campeãs de Cincinnati.

Rogers vem de vitória sobre Barty em simples
Superadas por Stefani e Dabrowski neste domingo, Rogers e Martic têm como prioridade o circuito de simples. A norte-americana, aliás, vem de uma incrível vitória sobre a número 1 do mundo Ashleigh Barty, também no Arthur Ashe Stadium no sábado à noite. Ela enfrenta a jovem britânica Emma Raducanu nas oitavas e tenta chegar às quartas pelo segundo ano seguido. Já Martic é a 32ª no ranking de simples, mas já foi 14ª colocada há pouco mais de um ano. Neste US Open, entretanto, não teve vida longa e perdeu na segunda rodada.

Apesar do ótimo início, foram necessários dois tiebreaks
O jogo começou da melhor maneira possível para Stefani e Dabrowski, que conseguiram duas quebras e venceram cinco games seguidos para liderar por 5/1. A canadense teve o serviço quebrado quando poderia fechar o set, após uma excelente devolução de Rogers, mas Stefani definiu a parcial em seu saque.

As cabeças 5 também abriram 2/0 no segundo set. Luísa Stefani salvou o primeiro break-point que enfrentou com ótimas intervenções junto à rede, mas logo depois cometeu uma dupla-falta. Ainda assim, a paulista de 24 anos seguia fazendo um jogo bastante regular em quadra. Com o placar empatado por 4/4, Rogers e Martic escaparam de três chances de quebra no saque da croata. Já no 5/5, foi a norte-americana quem evitou a quebra de serviço. A definição do set ficou para o tiebreak, em que Martic e Rogers começaram à frente e abriram 3-1, Stefani e Dabrowski chegaram ao empate por 3-3, mas as rivais recuperaram a vantagem.

Uma diferença nos Grand Slam em relação aos demais torneios do circuito da WTA, é que o terceiro set na dupla é normal, em vez de disputarem apenas o match tiebreak até 10 pontos. A parcial decisiva começou com Stefani e Dabrowski escapando de dois break-points. Elas conseguiram ter três chances de quebra contra o saque de Rogers quando venciam por 4/3, mas as rivais escaparam do 0-40. Após um 6/6 sem quebras, o set só foi definido em novo tiebreak. Stefani e Dabrowski começaram muito bem, abriram 4-1 e cuidaram muito bem do saque depois disso para vencer nos detalhes.

Comentários