Notícias | Dia a dia | US Open
Schwartzman vence e encara surpreendente holandês
04/09/2021 às 00h27

Schwartzman enfrentará mais um jogador vindo do quali nas oitavas

Foto: Brad Penner/USTA

Nova York (EUA) - Depois de ter vencido um jogo duro contra Kevin Anderson na segunda rodada do US Open, Diego Schwartzman aproveitou sua boa chave em Nova York e chega sem perder sets às oitavas. O argentino superou nesta sexta-feira o eslovaco Alex Molcan, apenas 138º do ranking e vindo do qualificatório, por 6/4, 6/3 e 6/3 em 2h05 de partida.

Schwartzman, de 29 anos e número 14 do mundo, tenta repetir suas melhores campanhas em Nova York. Ele chegou às quartas de final tanto em 2017 quanto no ano passado. "Até agora tem sido uma ótima semana, mais uma vez aqui no US Open. É um lugar especial para mim. Fiz grandes torneios aqui e tenho grandes vitórias. Estou muito feliz por estar de volta às oitavas", disse o argentino após a partida.

"No ano passado não joguei bem e perdi na primeira rodada. Agora estou um pouco melhor. A cada rodada estou tentando melhorar. Acho que hoje fiz um ótimo trabalho vencendo em três sets. É muito importante para a segunda semana. Então esta noite eu tenho que descansar porque a partida anterior não foi muito fácil. Tenho que estar pronto para a segunda semana", completou o ex-top 10.

Van de Zandschulp veio do quali e já derrubou Ruud
O próximo adversário de Schwartzman será outro tenista vindo do quali, o holandês Botic Van de Zandschulp, que evitou um duelo argentino ao vencer o canhoto Facundo Bagnis por 3/6, 6/0, 6/2 e 6/2. O holandês de 25 anos está com o melhor ranking da carreira no 117º lugar.

Em todos os Grand Slam desta temporada, Van De Zandschulp conseguiu furar o quali e chegou a derrotar nomes importantes como Lorenzo Musetti na Austrália e o top 20 Hubert Hurkacz em Roland Garros, mas chega pela primeira vez às oitavas. Em Nova York, já eliminou o cabeça 8 Casper Ruud.

"Tenho que dizer para mim esta semana, e até mesmo este ano, está sendo incrível. Consegui me classificar para todos os Grand Slam e estou subindo no ranking, sim. A vida está boa agora. Acho que tenho chance de vencer em todas as partidas. Sei que a próxima rodada será difícil contra o Schwartzman", disse o holandês. "Mesmo assim já venci o Ruud aqui e bati outros grandes jogadores. Estou confiante de que podemos ter uma boa partida. Ele se defende muito bem e não dá ponto de graça. Você realmente tem que conquistar cada ponto. E ele é mentalmente muito forte".

Comentários