Notícias | Dia a dia | US Open
Fernandez não se intimida e elimina a campeã Osaka
03/09/2021 às 23h18

Fernandez marcou apenas sua segunda vitória contra top 10 e garantiu a melhor campanha em Slam

Foto: USTA

Nova York (EUA) - Em uma sexta-feira brilhante para a nova geração do tênis no Arthur Ashe Stadium, a canadense Leylah Fernandez conquistou a maior vitória da carreira. A canhota de apenas 18 anos e 73ª do ranking não se intimidou com o favoritismo de Naomi Osaka, vencedora de duas das últimas três edições do US Open, e conseguiu uma vitória de virada contra a japonesa por 5/7, 7/6 (7-2) e 6/4 em 2h03 de partida. Osaka, número 3 do mundo, chegou a sacar para o jogo no segundo set, quando vencia a parcial por 6/5.

Ex-líder do ranking juvenil e campeã de Roland Garros na categoria em 2019, Fernandez disputa apenas seu segundo US Open e já está faz o melhor resultado da carreira em um Grand Slam ao atingir as oitavas de final. A canadense já tem um título de WTA, conquistado no início do ano em Monterrey, e conseguiu sua segunda vitória contra top 10. Sua próxima adversária é a alemã Angelique Kerber, vencedora do evento em 2016 e ex-número 1 do mundo.

Atual campeã em Nova York, Osaka encerrou sua participação no Grand Slam norte-americano. Ela estava sem jogar desde a última segunda-feira. A japonesa de 23 anos havia vencido a estreia contra a tcheca Marie Bouzkova e foi beneficiada pela desistência da sérvia Olga Danilovic, que não entrou em quadra pela segunda rodada por razões médicas. Ela defendia 2 mil pontos no ranking e fica com apenas 130.

Osaka não havia enfrentado break-point até sacar para o jogo
Com bom desempenho no saque e muita potência nos golpes Osaka só perdeu sete pontos em seus games de serviço durante o primeiro set e não correu risco de quebras, mas chegou a ficar a um game de perder a parcial, quando Fernandez vencia por 5/4. A canadense vinha fazendo um jogo firme de fundo, eventualmente apostando em algumas variações. Mas Osaka cresceu nos momentos decisivos e venceu 12 dos últimos 13 pontos da parcial, com direito a cinco winners e mais dois aces.

O segundo set caminhava com roteiro muito parecido, já que Osaka seguia sem ter o serviço ameaçado na partida. Novamente a japonesa conseguiu uma quebra quando o placar estava empatado por 5/5 e teve a oportunidade de sacar para o jogo. Os primeiros break-points enfrentados por Osaka na partida surgiram justamente quando tinha a chance de fechar a partida. Fernandez devolveu a quebra e forçou o tiebreak. Na sequência, aproveitou o momento de frustração da japonesa, que tentava acelerar o jogo e cometia muitos erros não-forçados para empatar a partida.

Canadense não se deixou abalar pela reação da ex-número 1
Ainda abalada pela perda do segundo set, Osaka teve seu serviço quebrado na abertura do segundo set. Também foi advertida pela árbitra de cadeira Alison Hughes por abuso da material após repetidos casos de atirar a raquete no chão. Quando já perdia por 2/0, a japonesa voltou a encarar dois break-points, mas se salvou com dois aces.

E apesar das chances que escaparam e da reação de Osaka, Fernandez permanecia focada e cuidando muito bem de seus games de serviço. Assim, foi mantendo a vantagem até liderar por 5/3. A japonesa confirmou com dificuldade seu último game de saque na partida, mas Fernandez não deixou a oportunidade escapar e definiu a disputa em grande estilo.

Osaka disparou 15 aces na partida contra apenas 6 de Fernandez e liderou a estatística de winners por 37 a 28. A japonesa cometeu 36 erros não-forçados contra apenas 14 da canadense. Ambas tiveram aproveitamentos idênticos nos break-points, duas quebras em cinco oportunidades para cada lado.

Comentários