Notícias | Dia a dia | US Open
Djokovic sai satisfeito e evita polêmica sobre Big 3
03/09/2021 às 08h55

Nova York (EUA) - A caminhada do sérvio Novak Djokovic rumo ao 21º título de Grand Slam segue firme no US Open. Depois de ceder set na estreia, nesta quinta-feira ele superou seu segundo obstáculo na competição, o holandês Tallon Griekspoor, triunfando por 3 sets a 0, com parciais de 6/2, 6/3 e 6/2. O número 1 do mundo saiu satisfeito com o desempenho mostrado em quadra.

“Excelente desempenho, definitivamente melhor do que a partida que fiz na primeira rodada Obviamente, estou muito satisfeito com a maneira como me saí em quadra. Eu saquei muito bem, encontrei o ritmo nos serviços. Outro fator chave foi o meu retorno, precisava fazê-lo jogar e tentar se mover em quadra. Saiu tudo bem e estou na direção certa”, comemorou Djokovic.

Seu próximo oponente será o japonês Kei Nishikori, contra quem soma 17 vitórias em 19 duelos. Já nos enfrentamos muitas vezes e tenho um retrospecto muito bom contra ele. Acho que a última vez que perdi para ele foi aqui em Nova York, na semifinal em 2014. Ele é um dos jogadores mais rápidos e talentosos que já vi na minha carreira”, analisou o sérvio.

“Historicamente, acho que seu Grand Slam de maior sucesso é aqui. Será importante, para mim, sacar bem e tentar diminuir um pouco o ritmo porque ele gosta disso, gosta de acertar a bola cedo, proteger a linha. Duelamos nos Jogos Olímpicos e sei o que está me esperando. Estou ansioso por um bom desafio”, complementou Djokovic, que arrasou Nishikori nas quartas em Tóquio.

Questionado sobre quem é o melhor do Big 3, o sérvio preferiu evitar polêmicas. “Nós três somos tão diferentes, temos estilos diferentes e trajetórias ou jornadas diferentes para chegar aonde chegamos. Todos nós tivemos um tremendo sucesso, alguns mais particularmente em uma superfície, alguns na outra”, observou o atual número 1 do mundo.

“Nós nos complementamos. Acho que a rivalidade entre o Big 3, por assim dizer, é fenomenal para o nosso esporte. Portanto, quanto mais conversa há em torno de nós três, a discussão Goat etc., em geral é melhor para o nosso esporte. Espero que as pessoas continuem falando sobre isso”, acrescentou o tenista de Belgrado.

Djokovic ainda explicou a reclamação com o árbitro sobre um torcedor que ficava gritando durante momentos importantes dos pontos. “Tem muito barulho acontecendo no estádio, principalmente nas sessões noturnas e não me importo com isso, mas se alguém intencionalmente faz isso repetidamente, então eu tolero só até certo ponto. O cara que eu indiquei sabia exatamente o que estava fazendo. E isso é tudo”, finalizou.

Comentários